Facilitado por Conrado López 

Neste workshop os participantes conhecerão e trabalharão seu próprio Corpo Energético, ativarão os centros energéticos que residem nele e aprenderão diferentes técnicas de cura para trabalhar o Ser Energía que somos, facilitando a cura em si mesmo, no outro e a distância.  

Este curso está dirigido para terapeutas e profissionais da saúde e a qualquer pessoa que queira assumir a maestria da sua vida através de métodos simples e acessíveis para todos.

Programa do curso: 


Nível I e II


3 Dias (sexta, sábado e domingo)
Custo R$ 700
  • A Era da Consciência
  • O potencial do Ser Humano
  • Ativação da Glândula Pineal
  • Ativação do Circuito de Conexão Superior, glândulas mestras / Ativação do coração 
  • O “Ser Energia” e o campo eletromagnético humano, da terra e do universo  ( A MALHA)
  • O poder  intenção (cérebro-coração -DNA)
  • Técnica de manifestação de propósitos alinhando as malhas
  • Ativação das mãos
  • O DNA eletromagnético (quântico)- As doze camadas do DNA
  • A respiração como âncora do momento Presente, o aqui e agora.
  • Transformação Quântica da Consciência (Terapia Holística)
  • Liberação da Energía Kundaline e alinhamento de Chakras (teoría e pratica)
  • Toque Quântico (Terapia Holística)
  • Kryon e as Nova Frequências de Cura
  • A Recalibração do Ser (Terapia Holística)
  • Ejercicios práticos
  • Catalizando a cura do outro, presencial e a distância (intenção pura, entrega, toque Quântico, recalibração no campo)
  • Prática – postura

Nível III 


2 Dias (segunda e terça)
Custo: R$ 533
  • A Recalibração Universal (Terapia Holística)
  • Sistema axiatonal
  • Ativação do sistema axiatonal  no outro
  • Treinamento

Observações:  

É  pré-requisito para o Nível III os alunos terem ativado seu sistema axiatonal  antes do dia do curso .Quem não tiver feito a Recalibração Universal, entrar  em contato com o instrutor para marcar em consultório a ativação.

Informação do curso:

Data:  Nível I-II : 28, 29 e 30 de  Setembro.      Nível III: 1 e 2 de Outubro.

Horário: das 9:30 às 19h

Cidade:  Belo Horizonte -MG

Investimento: Nível I – II R$ 700,00     Nível III: R$ 533

-confirmando presença antes do 31 de Agosto, tem um 30% desconto-

Prazo de reserva:  15 de Setembro é o ultimo dia para confirmar sua vaga

Reservas: projeto-adamkadmon@msn.com


Conhecido também como o “profeta adormecido”, Edgar Cayce (1877-1945) é tido como um dos maiores médiuns de todos os tempos, capaz de realizar previsões que, segundo alguns, superam as profecias de Nostradamus. Cayce era capaz de entrar num estado alterado de consciência, ou sessões que ele chamava de “leituras”, nas quais conseguia diagnosticar com certa precisão as doenças das pessoas que o procuravam, inclusive fornecendo os nomes dos medicamentos que iriam ajudá-las.

Posteriormente, passou a fazer uma série de leituras referentes ao passado e ao futuro da humanidade, falando sobre a construção da pirâmide de Gizé, sobre a suposta existência da Atlântida e relacionando-a a uma descoberta a ser feita no Caribe. —

 

 

Glândulas Endócrinas – E O PAI-NOSSO

Para Edgar Cayce, a ação sobre o sistema glandular é o caminho para se obter a cura ou a enfermidade.

A escolha depende de como agimos para influenciar as glândulas.

De acordo com Edgard Cayce, as glândulas endócrinas são o ponto de contato entre os nossos três corpos. São nelas que se encarnam o espírito e a alma, e é através delas que se atua no corpo físico. Portanto, a cura se inicia no sistema glandular. Segundo Cayce, o sistema glandular é a fonte de todas as atividades humanas, de todas as disposições, de todos os temperamentos e da diversidade das naturezas e das raças.

O medo, a cólera, a alegria, quaisquer das energias emocionais estão relacionadas com as glândulas endócrinas, pois as mesmas produzem secreções hormonais que se expandem dentro do organismo. Os olhos, o nariz, o cérebro, a traquéia, os brônquios, os pulmões, o fígado, o baço, o pâncreas, não podem funcionar de forma isolada, mas podem renovar-se dentro do conjunto das funções glandulares.

Talvez seja neste ponto que o sistema endócrino seja influenciado pelas atividades da alma e é por este caminho que se encontra o dom do Criador.

As glândulas estão relacionadas com a renovação das células, com a degeneração e com o rejuvenescimento, não só da energia física, mas também da energia do corpo mental e do corpo espiritual.

É através dessas minicentrais de energia que nosso corpo físico recebe a cura ou a enfermidade. Nossas atitudes mentais não são alheias às nossas atitudes físicas tais como o nosso falar, o nosso tom de voz, a nossa forma de olhar , pois todas as glândulas endócrinas estão atuando sobre nosso sistema sensorial.

Quando Cayce fala sobre como essas glândulas orquestram todas as atividades do corpo físico sua forma, suas manifestações, suas percepções , ele também comenta a respeito dos centros glandulares maiores, ou seja, aquelas glândulas que secretam hormônios como a pineal, a pituitária, o timo, a tireóide, as supra-renais e as gônadas masculinas e femininas.

Existem outras glândulas no organismo, mas correspondem ao que a tradição hindu chama de chacras, que são as chaves da personalidade humana. Cada uma das glândulas corresponde a uma função precisa, a uma vibração colorida, a um elemento da Terra, a um signo astrológico e a uma influência de um planeta.

A pituitária é a glândula mais alta do corpo; está relacionada com a luz e se desenvolve no silêncio.

A glândula pineal é o ponto inicial para a construção do embrião no ventre da mãe.

A tireóide entra em ação quando se deve tomar uma decisão e agir.

O timo corresponde ao coração.

As supra-renais são o nosso centro emocional e atuam sobre o plexo solar.

As gônadas são os motores do corpo físico.

Edgard Cayce também explica que, por exemplo, todas as glândulas estão envolvidas no sentimento de cólera.

Uma pessoa que está amamentando, tomada por algum estado de cólera, afetará suas glândulas mamárias, e o bebê vai sentir perturbação em suas glândulas digestivas. A reação principal se produz nas glândulas supra-renais.

Cayce estima que as enfermidades chegam ao corpo físico através dos venenos segregados nos centros glandulares pelas atitudes negativas.

E, no sentido contrário, seria possível encontrar a cura trabalhando-se de uma forma positiva, por meio da meditação.

Por exemplo, por meio da oração Pai-Nosso que encontra correspondência nos centros glandulares.

A oração de forma meditativa pode ter um efeito dinamizante sobre as glândulas; é uma busca para compreender como atua a Força Criadora de Deus sobre o corpo.

A pituitária corresponde à palavra Céu;

A pineal corresponde à palavra Nome;

A tireóide corresponde à palavra Vontade;

O timo corresponde a Mal;

O plexo solar corresponde à palavra Ofensas;

A região do sacro,com as células de Leyden, corresponde à palavra Tentação;

As gônadas correspondem à palavra Pão.

Assim, teríamos a ‘correspondência entre os versos do Pai-Nosso e as principais glândulas endócrinas’,segundo Edgar Cayce:

‘Pai-Nosso que estais no Céu’ abre a pituitária (glândula-mestra do corpo);

‘Santificado seja Vosso Nome’ abre a glândula pineal;

‘Venha a nós o Vosso Reino’ abre a tireóide;

‘Seja Feita a Vossa Vontade, assim na Terra’ abre o timo;

Como no Céu’ abre a tireóide;

‘O pão nosso de cada dia nos dai hoje’ abre as gônadas (glândulas sexuais masculinas e femininas);

Perdoai-nos nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos que nos ofenderam’

abre as supra-renais;

‘E não nos deixeis cair em tentação’ abre as células Leyden(ou glândulas de Leydig, que não são verdadeiramente glândulas, mas sim um conjunto de células secretoras de hormônios, localizadas abaixo do umbigo e por cima das gônadas);

‘Mas livrai-nos do Mal’ abre o timo;

‘Pois é Vosso o Reino’ abre a tireóide;

O Poder’ abre a glândula pineal;

‘E a Glória’ abre a pituitária.

 

 

 

 

Curso TQC – Toque Quântico

Recalibração Universal

Esta canalização ao vivo foi dada em Melbourne, Austrália em 13 de março de 2010 

 

Para ajudar o leitor, esta mensagem foi re-canalizada [por Lee e Kryon] e complementada, para permitir um entendimento mais claro. Geralmente as canalizações ao vivo têm uma energia implícita que carrega um tipo de comunicação que o texto escrito não traz. Então aproveite esta mensagem melhorada, transmitida em Melbourne, Austrália, no dia 13 de março de 2010.

Saudações, queridos, eu sou Kryon do Serviço Magnético. Esta é uma reunião de família; pelo menos, é assim que eu a vejo. É uma reunião preciosa, pois se vocês realmente, verdadeiramente, compreendessem o que está acontecendo neste momento, acho que ficariam surpresos! Entretanto, ela parece tão linear: um homem senta-se no palco, a música toca e o Espírito se manifesta… e então há veneração, energia abençoada e respeito. É assim que vocês enxergam isto.

O que realmente está acontecendo é muito maior, pois neste dia há um consentimento, uma permissão que vocês deram para a energia do outro lado do véu vir visitá-los. Isto não acontece se não houver pessoas em frente ao meu parceiro. Ele não pode fazer isto sozinho. Ele não pode, e nunca pôde, falar em voz alta com a voz de Kryon, a menos que vocês estejam aqui. Isto devia lhes indicar que existem alguns atributos neste processo que exigem um “dar e receber”. E realmente existem.

Da minha perspectiva, a comitiva entra e espera a permissão de vocês. Não é simplesmente um homem no palco. Não é necessariamente uma apresentação. É uma reunião. Pois, nas cadeiras à minha frente e lendo e ouvindo esta mensagem, estão pessoas que eu conheço pela eternidade. Todos vocês são eternos nos dois sentidos. Não existe um começo de vocês. Pensem nisto! Isto devia lhes mostrar a essência e o âmago do que está por dentro disso.

Neste momento, nestes instantes, nesta coisa resumida que vocês chamam de canalização, existe uma energia que lhes é oferecida. É informação em inglês, mas enquanto ela está sendo oferecida e a energia está aqui, a terceira linguagem está com todos vocês. Ela vai de cadeira em cadeira e pergunta ao seu ocupante: “Você se lembra?”

O Ser Humano não foi feito para se lembrar totalmente de quem é no outro lado do véu. Se nós lhes déssemos uma prova empírica de que esta canalização é verdadeira, não haveria teste nenhum. Além disto, a multidão seria muito maior, entendem? Se houvesse prova, todo mundo estaria aqui. Em vez disto, é necessário que cada indivíduo se volte para o seu próprio interior e peça por discernimento. “Será que tudo o que está sendo apresentado aqui é correto e verdadeiro ? Será que é exatamente como Kryon diz que é?” É deste discernimento que temos falado sempre e que está à disposição do Ser Humano.

Então, nestes momentos, realmente existe energia fluindo desta fenda que vocês permitiram que se abrisse no véu. Desta fenda jorra energia do lar. Nesta terceira linguagem, permitam, só por alguns instantes, que esta energia preencha seus corações. Se estiverem prestando atenção, ela os preencherá com a verdade de que vocês são mais do que pensam que são.

Está havendo um despertar por todo este planeta. Ele não faz grande alvoroço, pois não há campanhas publicitárias nem programas de televisão que o anunciam. Ele é lento. Desde 1987 ele vem crescendo e vocês podem senti-lo. A humanidade está mais consciente desta mudança agora do que nunca antes. Muitas pessoas ao redor de vocês estão começando a aceitar aquilo que vocês já aceitaram. Ah, pode ser que elas não acreditem no que vocês acreditam, mas estão vendo quem vocês são. Elas vêem cada um de vocês como um Ser Humano pacífico, sentado no meio daqueles que estão em confusão. Elas percebem como vocês lidam com a vida e com os outros à sua volta e como isto faz uma diferença. Existe um profeta dentro de cada um de vocês, e queremos falar sobre isto esta noite. Quando eu lhes contar qual será o tema desta noite, talvez não pareça que vamos falar sobre o profeta interior, mas vamos. O assunto é, mais uma vez, o DNA.

Assim gostaríamos de explicar algumas coisas e continuar o ensinamento que transmitimos há poucas semanas atrás, na parte de cima da Terra [hemisfério norte] e que agora trazemos para a parte de baixo [Austrália]. Isto, é lógico, se vocês olharem para a Terra de uma forma linear, popular. Pois quem pode dizer o que é em cima e o que é embaixo? Não poderia ser direita e esquerda? [Kryon sorri]

O ENSINAMENTO SOBRE O DNA CONTINUA…

DNA – As próprias letras soam com a complexidade e a química da ciência biológica. Na verdade, há muito mais no DNA do que aquilo que a ciência enxerga, e é pouco provável que a ciência algum dia veja o que estou prestes a lhes contar. Existem componentes e atributos do seu DNA que são simplesmente invisíveis na terceira dimensão. Já lhes falei, em outra ocasião, que o que está faltando neste momento nos empreendimentos científicos, e que literalmente mudaria tudo, é um instrumento que pudesse medir o campo interdimensional. Uma vez que esse instrumento seja desenvolvido – e ele será – vocês terão o que há de mais próximo da prova de tudo o que nós falamos. Porque, no momento em que esse instrumento for utilizado em várias coisas do planeta, inclusive na biologia Humana, haverá revelações na ciência, em todo lugar. A energia que é invisível aparecerá ou, pelo menos, mostrará sua sombra. Então, aquilo que hoje é apenas conjetura passará a ser real.

A interdimensionalidade está presente hoje de inúmeras formas. A gravidade é uma força interdimensional. O magnetismo é uma força interdimensional. Até a luz tem componentes de interdimensionalidade… todos invisíveis e inexplicáveis para vocês, no momento. Mas, assim como tantas outras coisas, vocês os utilizam todos os dias, e seus corpos também fazem parte deles.

Deixem-me explicar-lhes algumas coisas, a fim de ampliar o que já lhes transmiti. Para isto, vou precisar fazer uma revisão. Recapitularei resumidamente o que lhes transmiti antes, para poder esclarecê-lo melhor e falar sobre coisas que vocês ainda não ouviram.

A REVISÃO

Para vocês e para a ciência, a própria premissa do DNA é bioquímica. Isto é, o que vocês têm no corpo, aquilo que vocês acreditam que seja responsável pelo projeto da sua vida, é totalmente explicável pela ciência através de processos químicos e biológicos. Mas existem atributos no DNA que eu gostaria de discutir novamente. Existem atributos espirituais interdimensionais no DNA que são quânticos. Na verdade, a maior parte da química que vocês podem ver no Genoma Humano está em estado quântico. Embora, neste momento, a sua ciência não consiga medir um estado quântico e nem o campo à sua volta, existem evidências disto no quebracabeça do Genoma Humano.

Nós lhes dissemos que o DNA no corpo de vocês carrega consigo uma tremenda quantidade de informação e energia que não são vistas. Falamos do DNA como uma entidade, não como uma hélice dupla química. Isto quer dizer que, em cada um de vocês, todas as 100 trilhões de laçadas de DNA trabalham juntas como uma só energia que se chama “o seu DNA”. Este grupo é único. E tem que ser, porque é, absolutamente, cem por cento, você. Devido à “quanticidade” do DNA, ele pode conter uma grande parte da sua espiritualidade. Isto será definido na publicação na qual meu parceiro está trabalhando agora [Livro Doze de Kryon]. O DNA contém não só o registro de tudo o que você já foi no planeta, mas também o seu relacionamento com Gaia. Ele contém tudo o que você já fez e a espiritualidade do que você aprendeu em cada encarnação. Esta informação está literalmente impressa nele.

Agora ouça. Através dos éons, nenhum Ser Humano perde qualquer revelação espiritual que ele teve em qualquer momento. Entende? Com intenção, qualquer Ser Humano pode despertar ao ponto em que seu DNA mantenha tudo o que ele aprendeu durante todas as suas vidas. Você desperta o próprio DNA com a sua intenção e a epifania de Deus no seu interior. Todas as coisas espirituais que você aprendeu virão voando de volta e serão suas novamente. Por que não haveria de ser assim? Você abriu as portas originalmente e agora elas lhe pertencem. Isto deve ser uma boa notícia para o indivíduo que fica se perguntando como será se ele voltar para a Terra. Terá que começar tudo de novo? Terá que passar outra vez por coisas que já passou nesta vida? A resposta é não. O livre-arbítrio permanece, e muitas encarnações podem passar sem nenhum tipo de busca espiritual, mas nesta mudança, muitos estão começando a “se lembrar” de quem são e do que sabem.

Na verdade alguns de vocês disseram que não escolhem voltar de novo, pois desta vez foi muito difícil. Alguns de vocês têm uma sensação intrínseca, inata, de que esta é a sua última vez na Terra. Mas eu lhes direi, queridos, que foi isso que vocês falaram da última vez! O que acontece é o seguinte: a primeira coisa que os mestres e almas velhas querem fazer quando chegam do outro lado do véu é voltar para cá… e esses são vocês! Muitos de vocês voltarão, e vão retomar do ponto onde pararam, não vão recomeçar. Isto está no DNA de vocês. É maravilhoso! A sabedoria das eras está impressa no DNA. Ela é quântica e, portanto, vastíssima. O cristal que está na Gruta da Criação armazena isto para vocês e ativa o seu DNA quando vocês retornam em um corpo Humano diferente.

Não é interessante que agora que a humanidade viu o Genoma Humano, ela perceba como ele é único? Não é interessante? O DNA é totalmente exclusivo. Não existe nenhum Ser Humano que tenha o DNA igual ao de outro; nem mesmo os gêmeos idênticos. Apenas uma fração dele é idêntica nos gêmeos (menos de 5%). Mas não as partes quânticas. Estas são absolutamente únicas para cada Ser Humano.

E tem mais. No DNA estão os atributos da parte de Deus que cada um de vocês é. A marca do seu Eu Superior está lá. O nome angélico pelo qual eu o chamo está lá. Esse nome não é um nome na linearidade, nem um nome falado no ar com vibração biológica. Em vez disso, é um nome que nós cantamos em luz e, quando falado, vibra com majestade. Esta é a verdade! Sinta-a! A marca de quem você realmente é está lá. Você carrega consigo peças e partes da linhagem de um outro planeta e de outras áreas do Universo. A energia daqueles que ajudaram a semear em vocês a porção espiritual da humanidade também está lá [pleiadianos]. É apropriado. É lindo. É amoroso. Tudo isso está no seu DNA. E para que esteja lá, tem que ser uma energia quântica.

Agora, falemos novamente sobre a biologia tridimensional. Quando o Projeto Genoma Humano terminou, todos os elementos químicos da hélice dupla tinham sido identificados. Naquela minúscula hélice dupla, três bilhões de partes químicas foram então conhecidas e identificadas. A molécula de DNA é tão pequena que precisa ser vista através de um microscópio eletrônico. É tão complexa que possui três bilhões de partes químicas. Assim teve início a tarefa de identificar o que essas partes faziam, e a ciência começou a estudar a enormidade do que estava ali. Os cientistas estavam realmente olhando para aquilo que cria mais de 23000 genes Humanos. Então procuraram as codificações, as codificações lineares da proteína, para que pudessem entender como essas coisas funcionavam.

A ciência tinha esperado muito tempo para ver “o plano em ação” e conseguiu vê-lo. Mas o choque veio com a constatação de que menos de cinco por cento do DNA criavam os genes. Na verdade, os cientistas enxergaram a linearidade e viram os códigos na porção de proteína codificada do DNA. Essa pequena porção criava os genes, mas o resto parecia ser aleatório, sem sentido e até caótico. Mais de 90 por cento do DNA pareciam ser confusos e inúteis.

Meu parceiro falou sobre isso hoje [na palestra], que o estado quântico parece ser caótico. Ele parece aleatório e confuso porque não existe nenhuma linearidade a ser descoberta numa verdadeira realidade quântica – absolutamente nenhuma! Uma das coisas que os impedem de ver um estado quântico é o paradigma de linearidade da sua realidade tridimensional. Assim, vocês realmente olham para aquilo que é quântico, mas o conceito do que ele pode ser é invisível para vocês. Este atributo de falta de propósito do DNA não podia ser tomado superficialmente, pois a ciência estava procurando por algo que era inexplicável. Imaginem, 90 por cento do DNA pareciam não fazer absolutamente nada! Os biólogos sabiam das coisas, mas simplesmente não tinham nenhuma explicação à mão.

VAMOS À NOVA INFORMAÇÃO

Então, vamos começar deste ponto, de modo a revelar algumas coisas que vocês precisam saber, muitas das quais acabarão sendo confirmadas. Quando forem, vocês se lembrarão onde a ouviram. [Kryon sorri]

O DNA é muito maior do que vocês pensam, e até mesmo a ciência de hoje está começando a reconhecer que 90 por cento do DNA, que aparentemente não têm sentido, podem não ser, em absoluto, uma linguagem ou código. Em vez disso, podem ser o que eles chamariam de “química influente”, algo que, de alguma forma, modifica ou configura os cinco por cento que constituem o motor do programa genético. A ironia aqui é que isto é exatamente o que acontece, mas não da forma que a ciência está enxergando.

Os 90% do DNA são um reflexo da sua espiritualidade. O Registro Akáshico, o Eu Superior, aquilo que vocês procuram e chamam de “portal para o outro lado”, está lá… em estado quântico, pois estas coisas de fato não se encontram nas substâncias químicas. Pensem em todas essas substâncias químicas juntas como uma ponte, uma espécie de duto, um portal ou pista quântica para tudo. Em vez de pensarem de uma forma linear que existe um compartimento ou uma caixa onde seu Eu Superior está, pensem num portal. Se pudessem ir lá e ver o estado quântico dele, vocês entrariam num duto que os leva a tudo que existe. Então entendam que esta ponte química tridimensional/quântica é um influenciador sagrado do genoma, e é muito grande, contendo a maioria das informações do projeto Humano de vida.

O DNA É MAIS DO QUE VOCÊS PENSAM

Agora, deixem-nos falar sobre o DNA de um modo que nunca nos ouviram falar antes. Desejamos que isto seja publicado e faça parte do material que meu parceiro está compilando. Nós o apresentamos quase por último na série de três anos de ensinamentos, no ano do três, para o Livro Doze de Kryon, um três na numerologia [12 = 1+2 = 3]. Temos então um 333, que representa a conclusão da informação neste ano. Está na hora de vocês conhecerem o resto da estória.

A ciência considera o cérebro como o centro da consciência, mas ele não é. O cérebro, o mais elevado grupo neurológico ordenado que a ciência pode ver, é preenchido por uma sinapse complexa e por isto os cientistas imaginam que ele deve ser responsável por aquilo que é chamado de consciência Humana. Mas não é. O cérebro é apenas o motor tridimensional que responde aos 90% de “quanticidade” do DNA. É o motor da sinapse e é infinitamente complicado. Mas é apenas o receptor de informações, para as quais cria sinais elétricos que agem conforme são instruídos e influenciados pelo DNA.

Cem trilhões de partes do DNA trabalhando juntas comunicam-se como uma só. Perceberam isto? A ciência não sabe como isto acontece e o elo de comunicação entre a cabeça e o dedão do pé do Ser Humano, de alguma forma, tem um propósito. Isto se refere ao seu cérebro? Não, mas a todo o DNA junto criando o Ser Humano. O DNA “sabe”. Todo ele trabalha junto. Isto não é uma coisa que se encontre nos livros de medicina, mas completa uma grande conexão que está faltando e para a qual a ciência não está dando nenhuma credibilidade. O DNA se comunica consigo mesmo! Ele tem uma “mente” e “sabe” o que está acontecendo em todas as partes do corpo de vocês.

A informação nova é que o DNA de cada um de vocês determina um “campo” ao seu redor, que é interdimensional. Esse campo é a sua consciência, não o seu cérebro. O que o seu cérebro faz está em sintonia com o DNA. Seu cérebro sonha… ou será que sonha? As sinapses estão lá para mostrá-lo. E no seu período de sono mais profundo, muitas coisas complexas vêm para fora. Essas coisas estão todas no seu DNA, e são fornecidas para o seu cérebro. Assim o DNA também fornece instruções e influência para a atividade onírica do seu cérebro. Estas coisas são difíceis de serem explicadas, já que não estamos falando de coisas lineares, mas daquelas que são quânticas.

Todos vocês sonham em estado quântico. É por isto que não há linearidade e as coisas nem sempre fazem sentido. Aqueles que já faleceram e os que ainda vivem estão todos juntos nos seus sonhos, entretanto eles olham uns para os outros. Os sonhos não fazem sentido porque não estão na realidade com que vocês estão acostumados. Eles são o seu DNA falando… são o Registro Akáshico se manifestando e tocando “as gravações” para o seu cérebro. A ciência não reconhece isto pois não pode ver o campo, mas o DNA é a consciência Humana e o cérebro é simplesmente o motor tridimensional da sinapse, que fornece a ponte para a realidade de vocês.

“Kryon, há evidências disto?” Oh, sim, muitas. Quando um Ser Humano tem um acidente e a medula espinal é completamente cortada, seu corpo fica inativo. É o que acontece com o paraplégico que não pode mais mover nada – nem um dedo da mão, nem do pé. Entretanto, o coração continua batendo, não continua? A digestão continua, não é? Os rins e outros órgãos funcionam, não funcionam? Até a atividade reprodutora é possível! Tudo continua funcionando, entretanto vocês aprenderam na escola que o cérebro envia sinais elétricos através da medula espinal e mantém seu coração batendo, não é? Bem, se a medula espinal estiver cortada, o que mantém o coração funcionando? Eu lhes direi – é o programa do DNA!

Quando o motor da sinapse se quebra, o DNA encontra outros caminhos e instrui o corpo para continuar com a força vital. É por isto que os órgãos continuam funcionando embora os músculos não o façam. Interessante, não é? Existe uma prova aí, se vocês observarem. Os cientistas acham isto curioso, não acham? Portanto, vocês poderiam dizer que seu DNA é, de fato, um cérebro esotérico, etérico, que contém coisas que seu cérebro normal não contém. E estariam certos. Existe toda espécie de atributos impressionantes no seu DNA, que estão aí para serem observados, e que a ciência atual nem sequer viu ainda.

O DNA “SABE”

O maior atributo que gostaríamos de discutir com vocês é o seguinte: este campo interdimensional do DNA tem conhecimento, isto é, ele é feito para prolongar a vida. Ele sabe quem vocês são. Ele contém a sua sacralidade, e é uma das maiores ferramentas que vocês possuem para a saúde, alegria e para abrir portas. Isto está no campo do DNA, não no cérebro. E nesta verdade há celebração, pois ela os libera de terem que criar o que vocês pensam que precisam.

Eu gostaria de dizer isto para cada um de vocês da seguinte maneira: se você vai usar esse campo como ferramenta, agora que sabe o que ele faz, você vai trabalhar com a estrutura celular para manifestar coisas. A experiência Humana normal é a de juntar conhecimentos sobre “como”: “Como eu me comunico? Qual é a melhor coisa para eu pedir? Como posso especificá-la, de modo que o DNA saiba o que estou pedindo? Devo ser de um certo jeito ou estar num lugar determinado? Tenho que seguir certos passos que abrirão a porta?”

Nada disso! Se você pudesse visitar a sua estrutura celular, o seu Akasha, a lição sagrada da sua vida, não acha que eles saberiam o que está acontecendo? E sabem, talvez até mais do que você! Tudo o que você precisa fazer é falar com a sua parte quântica e ela já saberá o que você precisa. Então estamos lhe pedindo para afrouxar a linearidade das listas que você entrega a Deus, pois, subitamente, estamos lhe dizendo que existe uma energia quântica que é o você sagrado que sabe o que você precisa.

Portanto, suas meditações e orações poderiam ser modificadas de modo a se tornarem mais sábias, já que você fala com a sua própria estrutura celular, com o seu próprio Eu Superior. Você poderia dizer, “Querido Espírito, querido DNA, examine a vida que eu tenho e dê-me as coisas que vão melhorá-la.” Não será esta a cura que você veio buscar aqui, querido? Você não acha que eu sei quem está aqui? Não será este o milagre que lhe dará alegria diante da tristeza em que você se encontra agora? Você não acha que eu sei quem está aqui e o que cada um passou nos últimos dias? Eu contei suas lágrimas quando elas caíram, e o campo do seu DNA também fez a mesma coisa! Você se sente tão só, sem entender que existe um cortejo ao seu redor, o tempo todo, e que eles adorariam tocar esse campo que é o seu DNA! Eles adorariam tocá-lo. Mas não farão isto a menos que você diga que eles podem.

Entendam isto: o DNA é mais do que química! É um campo e um portal. Estas coisas são os mecanismos do Espírito. Estamos começando a lhes dar informações avançadas. Houve aqueles que sabiam como isso funciona e lhe atribuíram geometria sagrada. Eles estavam certos e isto é correto. Mas é um campo.

A ASCENSÃO DE UM MESTRE

Deixem-me rever com vocês uma estória profunda, antiga e sábia. Nas Escrituras do mundo ocidental, existe uma estória de um mestre chamado Elias. Este foi o único Ser Humano na história que escolheu o momento da sua ascensão sem morte e conseguiu que ela fosse registrada por aquele que ficaria no seu lugar. Portanto, vocês podem encontrá-la nas escrituras daquele que a testemunhou. Quero revê-la, pois mesmo tendo acontecido há muitos anos atrás, ela é uma prova da existência do campo.

As Escrituras dizem que Elias entrou numa abertura, pedindo a Eliseu que registrasse o que ia acontecer. Elias era um mestre de grande sabedoria e conhecimento e hoje é o que podemos chamar de um Mestre Ascenso. E Eliseu o amava. Dentro da linearidade humana, existe um grupo inteiro de pessoas que espera a volta dele. Tenho algumas novidades para elas. Saiam da sua linearidade, porque ele já voltou há muito tempo! Pois a energia dos mestres faz parte da energia da grande mudança que está diante de vocês. Eles se fundem com a vibração deste planeta. Todos eles estão de volta, e é isso que vocês estão sentindo. Num estado quântico, eles estão no DNA de vocês. Não sentem isto? Existe muita expectativa em relação a coisas tridimensionais que nunca foram destinadas a ser tridimensionais. Muita informação é dada em termos metafóricos, para que vocês possam entender que talvez a própria profecia pudesse significar algumas coisas que estão fora da realidade linear.

Elias entrou na abertura, enquanto Eliseu o observava, mas não morreu. Em vez disso, reivindicou sua sacralidade. Ele realmente se foi, mas não sem alguns efeitos pirotécnicos, pois Eliseu sugeriu que Elias se transformou em uma carruagem de fogo, acompanhado por três entidades. Esta foi a melhor forma que Eliseu conseguiu ver e descrever a cena, dentro da sua linearidade. Ele descreveu o que lhe pareceu estar acontecendo e o que sentiu. Agora, dêem uma olhada nisto, e descobrirão que não eram necessariamente anjos do céu que desceram para levar Elias. Pelo contrário, algo aconteceu no chão e Elias transformou-se em luz e se foi.

Vou lhes contar o que aconteceu. O que Eliseu viu foi Elias energizando o campo do seu DNA! Este campo tem um nome, o nome que lhe foi dado no momento em que Elias estava viajando na sua carruagem de luz. O nome foi dado em hebraico: Merkabah. Há geometria sagrada conectada a ele, pois este campo interdimensional possui estrutura. Se pudessem vê-lo, veriam a estrutura do tetraedro duplo, e ela é belíssima! Não é apenas uma bola de luz. O nome Merkabah indica que algo viaja dentro dele, e é a carruagem da sua divindade. Todo Ser Humano possui isto que foi registrado por Eliseu ao observar o mestre ascendendo. Além disso, a carruagem continha três partes, que eram a reunião, da qual já falei no passado, das três partes que se separam de vocês quando vocês chegam na Terra, e que se juntam novamente quando vocês vão embora. Falarei mais sobre isto na próxima canalização. Isto é o que queremos compartilhar com vocês agora, porque é o que cada um de vocês tem – exatamente o que Elias tinha.

BIOLOGIA E INTENÇÃO

Vamos falar mais sobre biologia, porque agora ela fica um pouco mais complexa. Existe uma mistura entre o tridimensional e o quântico, a qual gostaríamos de lhes descrever agora. É uma coisa nova, pois a vibração deste planeta e da humanidade – especialmente daqueles que estão trabalhando com a luz – está criando um novo conjunto de ferramentas. Vocês vão começar a ver isto, e isto vai começar a ser visível através da análise da química tridimensional do DNA, mesmo no nível tridimensional.

Agora a ciência está observando o que ela chama de “marcadores” na proteína codificada do DNA, que cria os genes Humanos. Estes marcadores, conforme descritos pela ciência, são as peças que indicariam as predisposições – os atributos que poderiam enfraquecer determinadas células, de modo que mais tarde elas permitiriam certas doenças, como o câncer, por exemplo. Os cientistas estão começando a ver esses marcadores, talvez em certas famílias em que mães, filhas e netas têm o mesmo tipo de doença. Eles estão começando a ver os marcadores genéticos que criam a predisposição à fraqueza.

Falemos sobre os marcadores, pois esta é a primeira vez que estamos divulgando isto. Em primeiro lugar, a premissa: há anos temos falado que a intenção do Ser Humano de falar com sua estrutura celular tem poder. Esta intenção é a sua comunicação para o campo do DNA alterar alguma coisa na sua estrutura celular tridimensional. Você pode dizer que é a sua própria “voz” interdimensional’ dando instruções à parte quântica do seu DNA, as quais acabam resultando nas mudanças químicas reais que acontecem nos códigos do seu genoma tridimensional. Só que agora os resultados vão começar a ser vistos, e você pode começar pela retirada dos marcadores. E quando fizer isto, eles permanecerão ausentes. Isto quer dizer que uma coisa quântica que você faça hoje pode mudar a química do seu DNA produtor de gene, de um modo tão grandioso que ele NÃO será passado para os seus filhos. Você pode quebrar a corrente!

Abençoado é o Ser Humano que compreende que, ao purificar sua vida com a luz do Criador, ele afetará a biologia das partes de proteína codificada. Você pode apagar os marcadores. Esta é uma das primeiras vezes que a tridimensionalidade se funde com o quântico, de modo que um dia os cientistas observarão o mesmo Ser Humano depois de um certo tempo, sabendo que o DNA nunca muda… e, no entanto, constatarão que mudou! Ele é seu, é exclusivo e você o mudou! Não haverá nenhuma resposta para eles, mas os fatos tridimensionais lhes mostrarão que você eliminou o marcador.

A alegria e beleza disto estão no fato de que a linhagem das jovens que fizerem isto será mostrada, pois suas filhas não terão a doença, e nem as filhas das suas filhas. Esta é uma nova dádiva e ela reflete o poder dos tempos. Você realmente pode mudar aqueles que um dia serão seus filhos? Com certeza!

Sei o que você e os outros que estão sentados nestas cadeiras estão pensando: “Bem, é um pouco tarde, Kryon, pois eu já tive meus filhos. Então por que você se senta aqui e me diz estas coisas?” Vocês não estão entendendo até onde vai esta mensagem? Não estão entendendo a profundidade do que acontece quando almas velhas nos permitem oferecer esta informação para a Terra? Não entendem que a energia de vocês pode gerar um consentimento para virmos aqui e lhes oferecermos isto, de modo que cada jovem Trabalhador da Luz – seja mulher ou homem – ouça isto e saiba o que significa para ele? Vocês entendem que são os seus próprios ancestrais? Já lhes ocorreu isto? Vejo-os como a Historia sentada nestas cadeiras, a História do mundo todo! Era isto que eu queria lhes contar hoje.

Vocês não têm cada um um nome para mim. Eu nem sequer vejo o seu gênero. Vejo todos vocês num estado quântico e é por isto que é tão fundamental que nos deixem entrar e visitá-los deste modo. A mulher que se senta na cadeira à minha frente não tem idéia do guerreiro que ela foi, nem de como era grande quando era um homem. Entretanto ela carrega consigo o sentimento do guerreiro e sabe que é forte. Eu olho para aquele homem grande e musculoso e vejo a mãe lidando com todos aqueles filhos. E o homem sabe disso; ele pode senti-lo; ele é sensível e realmente pode sentir o amor de uma mãe. O que ele foi anteriormente? E como isso o afeta hoje?

Alma velha, essas coisas afetam-na hoje porque cada uma das suas encarnações lhe oferece camadas e camadas de sabedoria. Foi isto que a trouxe para esta cadeira hoje, ou para a leitura deste texto agora. Porque esta é a encarnação na qual você despertou e percebeu que existe mais, muito mais. Ela traz você para um lugar onde você pode perguntar: “O que posso fazer por mim mesma e pela Terra?”

Eu lhe direi o que você pode fazer. Você pode ser compassivo neste planeta. Pode andar por aí e mostrar a sua luz neste planeta. Pode mudar os marcadores do seu próprio DNA! Pense naqueles que estão ouvindo esta mensagem e o que isto pode significar para os seus filhos e os filhos dos seus filhos. Estas são as ferramentas das quais falamos há tanto tempo, e a prova virá através da realidade desta mensagem.

Tudo o que lhes contei hoje é correto e real, e será visto naturalmente a seu próprio modo. Mas eu queria que conhecessem a sacralidade que existe na estrutura que vocês pensavam que fosse baseada apenas na química. O DNA é muito maior e mais sagrado do que qualquer um jamais imaginou!

Então o que vocês vão fazer com esta informação? Por que não saem deste lugar diferentes do que entraram, sentindo-se um pouco mais capacitados? Talvez se sintam um pouco melhor sobre as possibilidades que estão diante de vocês. Talvez até saibam que o que aconteceu hoje aqui é real.

E assim é.

KRYON

Nós somos as únicas criaturas do planeta que podem modificar a própria biologia através dos pensamentos, sentimentos e intenções. As nossas células estão constantemente espionando os nossos pensamentos e sendo modificadas por eles. Quando nos apaixonamos, pensamentos positivos percorrem o nosso corpo e fortalecem nosso sistema imunológico. Por outro lado, pensamentos sombrios e sentimentos depressivos podem nos deixar vulneráveis a doenças.

Ao longo das últimas três décadas, centenas de estudos mostraram que nada possui mais poder no corpo que as crenças da mente. Esta é a visão do mundo quântico, que nos ensina que todos somos parte de um campo infinito de inteligência – a fonte dos nossos pensamentos, mente, corpo e tudo o mais no universo. Este paradigma, que tem conquistado aceitação crescente no mundo da medicina Ocidental moderna, se baseia nas dez concepções seguintes:

1- O mundo físico, incluindo o nosso corpo, é um reflexo das nossas percepções, pensamentos e sentimentos. Não há nenhuma realidade objetiva “lá fora” que é independente do observador. Ao contrário, nós criamos nossos corpos conforme criamos nossa experiência do mundo.

2- Apesar do corpo físico parecer matéria sólida, na verdade ele é composto de energia e informação. Os físicos quânticos nos dizem que todo átomo é 99.9999 por cento espaço vazio, e as partículas subatômicas se movendo à velocidade da luz neste espaço são pacotes de energia vibrante. Essas vibrações não são aleatórias ou caóticas, elas transportam informações ao longo de padrões específicos.

3- A mente e o corpo são inseparáveis. Existe somente uma única inteligência criativa que expressa a si própria como nossos pensamentos – assim como às moléculas das nossas células, tecidos e órgãos.

4- A nossa consciência cria a bioquímica do nosso corpo. As nossas crenças, pensamentos e emoções direcionam as reações químicas que ocorrem em cada célula do corpo.

5- Percepção é um fenômeno aprendido. A maneira como experimentamos o mundo e o nosso corpo é um comportamento aprendido. Mudando as nossas percepções, nós podemos mudar a experiência do nosso corpo e mundo.

6- A todo momento, impulsos de inteligência estão criando nosso corpo. Modificando os padrões desses impulsos, nós podemos nos modificar.

7- Apesar que, para a nossa mente-ego, nós parecemos separados e independentes, nós todos somos parte de uma inteligência universal que governa o cosmos.

8- O tempo não é absoluto. O que chamamos de tempo linear é simplesmente um reflexo de como percebemos as mudanças. Na verdade, o tempo é eterno e imutável. Se começarmos a perceber a imutabilidade, o tempo como conhecemos deixará de existir e iremos experiênciar a imortalidade.

9- A nossa natureza essência é puro Ser. Embora estejamos acostumados a nos ver como personalidade, ego e corpo, o nosso verdadeiro Self (“si-mesmo”) é eterno e ilimitado.

10- Já que nossa essência é imortal e imutável, nós não precisamos ser vítimas do envelhecimento, doença e morte. Isso é causado pelas lacunas em nosso auto-conhecimento e pela ilusão antiga de que nossos corpos são materiais. Como a Ayurveda ensina, qualquer desordem poder ser prevenida se mantermos o equilíbrio em nosso corpo, mente e espírito.

Estas podem parecer grandes concepções, mas elas estão fundamentadas nas descobertas da moderna física quântica. Eu quer encorajá-lo (a) a ver que você é muito mais do que seu limitado corpo, mente e personalidade. Em um nível mais profundo, o seu corpo é eterno e a sua mente é atemporal. Uma vez que você se identifique com esta realidade, você tem liberdade ilimitada para criar uma melhor saúde, alegria e qualquer outra coisa que você deseje em seu mundo.

Deepak Chopra

Ari Raynsford é Doutor em Engenharia Nuclear e Mestre em Engenharia Mecânica pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), e Engenheiro Naval pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.  Estuda o Modelo Integral do filósofo americano Ken Wilber há vinte anos e trabalha há dez na sua divulgação, ministrando palestras e cursos, coordenando grupos de estudo, e traduzindo artigos e livros, como “Graça e Coragem”, “Boomerite”, “As Sete Faces de Ken Wilber”.  Ari também é um especialista em Spiral Dynamics, um fascinante modelo de percepção dos níveis da consciência humana.  Para mais informações, visite www.ariray.com.br.

 

O cérebro e a dualidade

Jill Bolte Taylor (nascida em 1959 em Louisville, Kentucky) é um cientista neuroanatomista do cérebro que se especializa na investigação pós-morte do cérebro humano. Ela é afiliada com a escola de Medicina da Universidade de Indiana e é o porta-voz nacional para o Harvard Brain Tissue Resource Center.

Sua experiência quando sofreu um AVC cerebral, em 1996 com 37 anos e sua posterior recuperação de oito anos, informou seu trabalho como cientista e alto-falante. Por este trabalho, em maio de 2008 foi nomeada pela Revista Time 2008 para a lista das 100 pessoas mais influentes no mundo. My Stroke of Insight recebeu o primeiro prêmio na categoria de “Livros para uma vida melhor” na categoria da ciência de New York City capítulo da sociedade nacional de esclerose múltipla em 23 de fevereiro de 2009 em Nova York City.

Gloria Arieira

Gloria Arieira é mestra em Vedanta e Sânscrito.  Estudou com Swami Dayananda em Mumbai, norte da Índia, tendo acompanhado o mestre em cursos, palestras e visitas a lugares sagrados. De volta ao Brasil, fundou a Vidya Mandir, instituição sem fins lucrativos que visa preservar a cultura e o conhecimento dos antigos Vedas e está focada no ensino de Vedanta e Sânscrito na lígua portuguesa.  Tradição clássica de conhecimento indiano, Vedanta significa “o conhecimento contido no final dos Vedas”, e tem como principal objetivo o autoconhecimento.  Para mais informações, visite www.vidyamandir.org.br.

 

Durante anos a ciência reconheceu que temos dois filamentos físicos ativos de DNA. Além desses, temos 10 filamentos energéticos que estiveram adormecidos durante séculos. Estes filamentos adormecidos de DNA foram descobertos pelos cientistas, não sabendo qual seria a função deles, identificou-os como DNA “lixo”.

O ácido desoxirribonucléico (DNA) é um ácido nucléico que contém todas as instruções genéticas utilizadas no desenvolvimento e funcionamento de todas as coisas viventes. A função principal do DNA é o armazenamento de informações em longo prazo. O DNA é freqüentemente comparado a um conjunto de projetos, já que ele contém as instruções necessárias para construir outros componentes de células. Os segmentos de DNA que carregam as informações genéticas são chamados genes, mas outras seqüências de DNA têm propósitos estruturais ou estão envolvidas na regulamentação do uso das informações genéticas.

O nosso DNA é o nosso projeto pessoal e, como tal, contém toda a nossa informação mental, física, emocional e Espiritual.

O Ser Humano original tinha 12 Filamentos de DNA trabalhando ativamente e mantendo a função total do Humano como um Ser Espiritual. Com a nossa preocupação exagerada com o pensamento através do lado esquerdo do cérebro, e com o fechamento dos nossos centros do coração, estes filamentos “extras” de DNA se perderam. Como conseqüência desta perda, nós passamos a viver em uma sociedade espiritualmente deficiente e as nossas capacidades intuitiva e curativa foram reduzidas drasticamente. Outro resultado dessa perda é que nós acessamos e usamos apenas uma pequena parte dos nossos cérebros.

O corpo humano é a coisa mais valiosa que jamais possuiremos. Ele armazena e mantém uma abundância de informações, sabedoria e conhecimento sobre todos os aspectos de nós mesmos, do nosso mundo e de toda a vida. Combinações de inteligência são armazenadas no interior do Ser Humano, e uma grande quantidade de dados é armazenada dentro do corpo. Dentro dos nossos corpos, estão as fórmulas necessárias para reproduzir outras formas de inteligência por todo o Universo.

No momento da concepção, nós recebemos das nossas duas linhagens sanguíneas diferentes (nossos pais) certas combinações e pares de genes recessivos. Estes genes contêm os códigos de luz que nos dão a maior oportunidade de acessar e desenvolver nossas capacidades Espirituais e de curar os aspectos danificados e feridos da nossa Alma.

Ao mesmo tempo, estes genes contêm lembranças que criaram bloqueios no nosso caminho para a unidade e deram início aos nossos sentimentos profundamente arraigados de separação, separação da nossa verdadeira essência e do nosso Criador. Estas lembranças de separação nos forçaram a criar experiências e situações nas quais nos são dadas oportunidades para curarmos a nós mesmos, nosso mundo e nossas separações.

Como Almas, escolhemos cuidadosamente os nossos pais e suas linhagens sanguíneas, de modo a facilitar experiências e situações que nos permitirão curar a nós mesmos. Portanto, escolhemos a dedo as nossas próprias estruturas de DNA e as possíveis oportunidades de ativar e despertar outros filamentos de DNA.

A energia da nossa Terra está passando por importantes mudanças vibracionais e movendo-se para níveis mais elevados de consciência. À medida que a Terra eleva Sua vibração, nós, como Seres Humanos, estamos recebendo muitas oportunidades de elevar a nossa vibração. Esta mudança está sendo chamada de Ascensão e existem muitas pessoas ao redor do mundo que estão vivenciando confusão e caos em seus mundos. No entanto, neste aparente caos e confusão, encontramos grandes oportunidades de crescimento, expansão e evolução.

Um dos aspectos mais emocionantes do nosso processo evolutivo é a reorganização do nosso DNA. Raios codificados com luz Cósmica do nosso Criador têm chegado à nossa Terra, estimulando as mudanças e reorganizando os nossos corpos Humanos. À medida que os filamentos codificados de luz são absorvidos no nosso ser, nosso DNA disperso está sendo reativado e reformado em novas hélices ou filamentos de DNA e está sendo reordenado em feixes.

 

À medida que este re-enfeixamento e esta reordenação progridem, nós criamos um sistema nervoso mais evoluído, que facilita que novas informações e dados entrem em nossa consciência. Muitas das células adormecidas do nosso cérebro estão sendo despertadas e estamos sendo capazes de acessar o potencial total do nosso corpo. Conforme nossos corpos se preenchem com mais luz, nossas memórias também se abrem, e à medida que o nosso DNA evolui, nós evoluímos em Seres Multidimensionais conscientes.

Nossos 12 filamentos de DNA ativam e conectam-se aos nossos 12 Chacras, portais de energia através dos quais acessamos nosso patrimônio Espiritual. Os 12 filamentos de DNA servem de ligação, através dos nossos 12 chacras, com a rede de energia externa aos nossos corpos. Os 12 chacras atuam como portais energéticos no nosso corpo, conectando-nos às forças vitais da existência. É através da abertura e ativação destes portais de energia que podemos começar a realmente conhecer a nós mesmos.

Como agora todos os 12 filamentos de DNA estão se formando, qualquer questão que não tenha sido trabalhada e esclarecida pacificamente na nossa história pessoal, criará caos. Sentimentos e lembranças estão vindo à tona, oferecendo-nos uma oportunidade de experienciar o tecido do nosso ser e revelando quem nós somos, através dos acontecimentos e crenças que estão intricadamente tecidos em nós.

Nossa tarefa é despertar, ativar e unificar todos os 12, criando a rotação dos 12. Esta rotação dos 12 filamentos de DNA e 12 chacras vai atrair para nós energias que vão se intermisturar e se mover através dos nossos seres, ativando e despertando os vários aspectos diferentes de nós mesmos. Isto disparará novas versões, entendimentos e significados de todos os acontecimentos em nossas vidas e no nosso mundo.

Nossos 12 chacras são conjuntos de energia onde podem surgir acontecimentos. Eles guardam a memória e a identidade, e cada um corresponde a um filamento do DNA. Estes 12 centros de energia devem ser acessados a partir do nosso interior, onde podemos sentir os dados correspondentes e traduzir nossas experiências dentro do contexto de nossas mentes.

Ao abrirmos nossos corações e mentes, todas as respostas aos grandes mistérios serão encontradas dentro de nós. É preciso que nos retiremos dos nossos sistemas de crenças atuais e criemos novos sistemas de crenças, pois a mente está estruturada para evoluir e formar nossas experiências baseadas naquilo que ordenamos. Nossa mente não é o nosso senhor; nós somos os senhores das nossas próprias mentes. A mente é apenas uma ferramenta a ser usada para criar a realidade, e nada mais.

Trabalhando conscientemente com as ondas de energia e luz que entram na nossa Terra, somos capazes de perceber e compreender que a transformação deste planeta baseia-se na cura e poder das nossas mentes.

A ativação do DNA completo de 12 filamentos criará a conexão entre os nossos códigos genéticos humanos e nos dará acesso a todo o conhecimento e sabedoria. Isto é a consciência e compreensão de quem nós realmente somos.

Ao ativarmos todos os 12 filamentos do DNA, nós criamos um alinhamento dentro de nós mesmos, que nos permite mudar suavemente para níveis de vibração e freqüências de luz muito mais elevados, ajudando o nosso processo de ascensão ao despertarmos mais a nossa consciência humana.

Kate A. Spreckley

-A ENERGIA QUE TRAZ O AMOR, QUE TUDO CURA E TRANSMUTA-

Facilitado por Serafim Viera (Ilha de Madeira – Portugal)

Belo Horizonte, Junho 2012
Através do acesso a essa nova frequência, se dá a ativação energética do DNA multidimensional e a Sintonização com a Totalidade do Ser, ela religa-nos a malha magnética do planeta e do Universo; reativando nosso sistema axial e conseqüentemente, nossa conexão com a Fonte. Religa e reativa, gradativamente, todo nosso sistema, permitindo que ocorra cura física, emocional e mental.
Durante a sessão, a pessoa entra em contato com uma ampla gama de Luz e Informação, que ajuda a promover mudanças profundas e positivas na vida. A cura ocorre independentemente de crença, fé ou intenção. Embora os efeitos das mudanças possa ser percebidos com a mente consciente, as reais mudanças ocorrem no nível molecular e não dependem do facilitador ou do cliente.-Dulce Ferraz, Terapeuta TRF-
O curso se compõe de 3 Níveis:
-Níveis I-II:  

  A Verdade Básica da Frequência de Cura

                       Durante a formação a pessoa entra em contato com as Novas Frequências de Cura e começa utiliza-as no beneficio próprio e dos outros. Podendo facilitar curas em outras pessoas, inclusive à distância.
  Os Níveis I e II serão dados de uma só vez, num fim de semana.
  Data: dias 16 e 17 de Junho de 2012
  Horários: Sábado, 16 de 9:30 às 18:00h (com intervalo para almoço)
                      Domingo, 17, de 10:00h às 13:00h
 Valor: R$ 441,00 (pode ser dividido em até 2 vezes)
-Níveis III:

Sintonização com a Totalidade do Ser

Para fazer este nível, é necessário ter feito os níveis I e II.
O aluno aprende o mapa de ruta para realizar a sintonização nos demais e aprende a Ativar o DNA.
Data: dias 18 e 19 de Junho de 2012
  Horários: de 9:30h às 18:00h
Valor: R$ 632,00 (pode ser dividido em até 2 vezes)
O Nível III poderá vir a ser novamente ministrado nas seguintes datas:
         – Dias 20 e 21 de Junho de 2012, de 9:30h às 18:00h
          -Dias 23 e 24 de Junho de 2012, de 9:30h às 18:00h
O Valor Total para fazer os Níveis I,II e III é de R$ 1073,00 (pode ser dividido em até 3 vezes).
Sobre Atualização e Aperfeiçoamento:
Se você participou do Primer Curso de Transmissão de Retorno à Fonte, em Belo Horizonte ou outras cidades, e pretende refazer o Curso, poderá participar nos mesmos dias citados acima.
Entre em contato para se informar sobre essa possibilidade!
Lembre-se:
Haverá cursos em outras cidades do Brasil. Pode haver uma turma bem próximo a você… Informe-se!
Não deixe de visitar o site:

Não viemos ao mundo para fazer o que os outros fazem.

             Não viemos para fazer um pouco melhor o que os outros fazem

                         Viemos para fazer o que só nós podemos fazer”

                                                    ( T r i g u e i r i n h o )

O estado de iluminação é associado a mudanças na função cerebral em muitas tradições espirituais. Sri Bhagavan, o fundador da Fundação Era Dourada (Golden Age Foundation), expandiu este conhecimento tradicional sobre o papel do cérebro na transformação espiritual. A Deeksha ou a transmissão de energia, que está no coração de seus ensinamentos, é desenvolvida para trazer uma mudança permanente no estado real dos padrões neurobiológicos. Suas declarações sobre as mudanças induzidas no cérebro pela Deeksha, podem ser confirmadas pelos achados mais avançados na Física e na Neurociência.

A seguir, quero apresentar uma comparação entre algumas das declarações de Sri Bhagavan e meus próprios achados em estudos do cérebro através de meios da Física e da Neurofisiologia:

1. Sri Bhagavan descreve a desconexão de atividade nos lobos parietais como um evento essencial no processo de iluminação. Os lobos parietais abrigam o que alguns neurocientistas chamam de área de associação de orientação ou OAA (em inglês). A função do OAA é dar-nos orientação espacial. Você pode achar um dom amarrar os sapatos, passar por uma porta, mais isto só é possível a atividade neurológica na parte posterior dos lobos parietais. Danos cerebrais a esta área, faz com que a tarefa mais simples como pegar um copo d’agua, impossível -pois o cérebro danificado não percebe o espaço físico entre as mãos e o copo. A nível físico, a habilidade de perceber limites é essencial para nossa habilidade de realizar nossas tarefas. Entretanto, no cérebro humano, o OAA é cronicamente superativo. Isto estimula a conexão amígdala-hipocampo, o par de centralizadores cerebrais que são feitos para nos dar senso de significado e de percepção e de registrá-los como importantes. Se o OAA, que é projetado para criar a percepção de distinção é usado num nível esperado, é superutilizado, a conexão amígdala-hipocampo não terá outra escolha a não ser interpretar esta hiperatividade como assumir a separação da realidade no nível físico, como no caso mãos e copo d’água. A conclusão é que somos fundamental e existencialmente separados de tudo. O senso do “eu”, que o cérebro cria constantemente em reação à percepção do que é percebido como “outro” (a premissa básica da relação-objeto na psicologia departamental) é então dotado do senso de percepção do “eu” e qualquer outra coisa. A neurciência tem mostrado que em orações feitas em meditação profunda, o OAA, no lobo parietal é temporariamente bloqueado de “inputs” neurológicos. Isto pode resultar num estado temporário de consciência vastamente expandida, já que o senso de separação do “eu” não consegue encontrar os limites para sua expansão. Porém, esta experiência temporária depende de funções alteradas do cérebro, tais como a supressão neurológica do “input” do OAA, que seria impossível deixar de lado a consciência da unidade. Os ecos desta declaração de Sri Bhagavan, diz que a iluminação para ser atingida, não deve ser feita através de esforço do “eu”. As Deekshas, parecem induzir a um processo de transformação no lobo parietal, que permanentemente mudam sua função de um nível natural onde os limites naturais podem ser percebidos porém as atividades não naturais cessam. O sistema amígdala-hipocampo não teriam então razões para criar ou estimular o senso de existencialidade separado do “eu”.

2. Sri Bhagavan diz que a ativação do lobo frontal como uma necessidade neurológica é envolvida numa Realização em Deus. A experiência da iluminação, de não-separação, não necessariamente coincide com a experiência de ter-se a presença de Deus. Nos ensinamentos de Sri Bhagavan, mais do que a desativação da superatividade dos lobos parietais, é necessária para mover do estado de iluminação para o estado de Realização com Deus. Ele fala da ativação dos lobos frontais como uma necessidade de mudança neurológica para que Deus esteja vivo na consciência de uma pessoa. Os lobos frontais são associados à vontade do indivíduo. Muitas tradições místicas falam da fusão da vontade do indivíduo com a vontade de Deus e ambas se tornando o caminho para o resultado da Realização em Deus. Isto entretanto não ocorre se os lobos frontais estão subativos. É uma lei universal que tudo que está incompleto na natureza busca sua própria complementação. Nos meus próprios achados em neurofisiologia mostram que os lobos frontais de quase todas as pessoas estão subativos. isto significa que eles simplesmente não tem neurotransmissores nem energia elétrica suficientes para funcionarem perto do ótimo. Num nível subjetivo de experiência, isto é igual a uma enfraquecida força de vontade e tédio, e o tédio é possível com lobos frontais subativados. A dopamina, é o transmissor essencial para atividade dos lobos frontais, e é necessária para o sentimento de encantamento com a vida e felicidade, muitas vezes descrita para a mística união com Deus. Falta de dopamina irá aumentar a necessidade de urgência da pessoa em manter sua força de vontade e não se fundir com uma realidade maior, já que há o sentimento de que algo está incompleto a nível individual. Seria como deixar uma pessoa morrer, se esta pessoa já sente que está completa é muito mais fácil deixá-la morrer, porém, se esta pessoa sente que ainda falta algo para se atingido, irá lutar muito mais pela vida. Se a Deeksha tem efeito na ativação do lobo frontal, isto poderia dar complementação à vontade do indivíduo, florescendo em todo o seu potencial. No florescer da vontade do indivíduo, isto naturalmente se fundiria com a grande Realização em Deus. A partir desta grande perspectiva, o “grande ego” é realmente nada mais que a compensação de um ego fraco que busca sua complementação. Porém, sem a total ativação dos lobos frontais e a saturação por dopamina, o ego nunca encontrará sua própria complementação e subseqüentemente se fundirá em Deus. Julgar um grande ego e como ele conserta a baixa autoestima e consciência de um indivíduo, como é esperado em ensinamentos espirituais, é praticamente sem proveito, pois uma autoestima baixa tem uma necessidade urgente de fixar-se no indivíduo, sem importância de qual é o nível de consciência. A solução poder vir e houver mudança no estado psicológico real, para liberar a vontade do indivíduo do seu esforço contra entregar-se a uma realidade maior.

3. Sri Bhagavan diz que a iluminação deva ser dada, como um presente da Graça. Nos últimos 15 anos, o Dr. Hartmut Muller, da Alemanha, desenvolveu um novo paradigma da física denominado Dimensionamento Global (Global Scaling). Esta emocionante expansão da física quântica vai além da dúvida de que a consciência é a mais fundamental substância do Universo e contem o próprio projeto do Universo, seguindo uma fórmula matemática, incluindo a distância entre os planetas, estrelas e toda a galáxia em si, a distância entre elétrons e núcleo em cada átomo, o pH ótimo para a sangue humano, enfim tudo no Universo material segue a mesma estrutura matemática. O projeto original é tal que tudo opera no menor nível de estresse e no máximo nível de eficiência o tempo todo. Um átomo está o tempo todo em consonância com a fonte de inteligência através do campo sintrópico. Estes campos sintrópicos permitem ao átomo sempre saber como funcionar com o mínimo de estresse e a eficiência máxima. Os seres humanos parecem ser a única manifestação da criação que parecem tem perdido algum grau da sua harmonia com os campos de sintropia da vida e sua unidade. Uma vez que esta perda produziu algumas mudanças nos cérebros de indivíduos, re-harmonizar-se com os campos de sintropia da unidade é extremamente difícil, pois nós não sabemos o quão grande estes campos são. Criamos então todo tipo de mitologias, religiões e teorias científicas sobre a vida e tentar preencher as lacunas. Uma pessoa com OAA superativo no lobo parietal e subativo no lobo frontal irá buscar iluminação a partir da experiência da separação. Todo esforço espiritual e busca para resolução de problemas, ocorre como uma reação à perda de sintonia com os campos sintrópicos da unidade. Se nossas buscas são baseadas em problemas, é improvável que estas terão solução. Se a sintonia e harmonia com os campos sintrópicos forem então buscadas, é então fato que é possível que haja a iluminação para todos. O projeto original para o cérebro humano é perceber a Unidade como realidade intrínseca da vida. Este projeto original é latente, mas precisa de um cérebro que esteja funcionando naturalmente, ancorado na consciência humana. Se a Deeksha harmoniza o cérebro com os campos sintrópicos do funcionamento ótimo, a consciência do indivíduo irá unir-se sem fronteiras visíveis com a Unidade.

4. Sri Bhagavan diz que a iluminação é um fenômeno biológico e genético. A espiritualidade tradicional geralmente designa um status muito baixa à importância do corpo. Este é geralmente visto como apenas um recipiente para a consciência -como uma camisa que a alma esteja usando. A física moderna mostra que a visão de Sri Bhagavan esta muito mais alinhada com o que conhecemos como a natureza da matéria, como um alinha distinta entre a matéria, energia e espírito. Baseado no modelo de vórtex brilhante do átomo, formulado por Lord Kelvin em 1867, podemos ver que cada átomo é do tamanho de todo o Universo e a os objetivos, como os percebemos, são a parte mais densas destes átomos. A matéria flutua bilhões de vezes por segundo entre ser matéria e ser energia. A partir desta perspectiva, faz sentido assumir que a transformação espiritual deva ser ancorada no nível físico. Quando este atinge o nível mais denso, todos os outros níveis se apresentam, já que a matéria não possui lacunas, a este nível e em altas dimensões da Criação. Por outro lado, a matéria apresenta-se tão densa que também inclui outros níveis de energia. Assim quando a matéria está em iluminação, todo o mais está incluido. A nível genético é interessante notar que o DNA humano possui 173 cm de comprimento. Somente 3cm possuem informação genética ativa. A bioquímica moderna tem uma visão complexa nesta perda da natureza e batiza as formas inativas do DNA de introns, ou “material sem uso”. Esta é uma suposição muito questionável, já que a natureza não produziria “material sem uso”. Os introns, na minha opinião (de novo, eu me desvio da ciência oficial aqui) iguala-se ao potencial latente da energia espiritual humana. É minha alegação que a Deeksha flui da parte inerte do DNA com os Fótons, ativando-os. Os Fótons são a ponte que a natureza criou entre a energia sutil e a matéria. A Fotorescência é o processo pelo qual a esta informação sutil é distribuída pelo DNA para as células. Os 3 cm de DNA ativo carregam a informação necessária para mera sobrevivência mas o restante da molécula do DNA se torna ativa (capaz de fotorescência), assim podemos ir muito além de meros sobreviventes para sermos Despertos, com todo o nosso potencial.

5. Sri Bhagavan diz que o Consciente Coletivo ou Consciente Ancestral determina nosso estado mental individual. Em 1950, Dr Hans Selye, um endocrinologista da Universidade de Montreal, mostrou que o cérebro de toda pessoa normal está num estado crônico de estresse de sobrevivência, como se estivesse numa situação de ameaça constante. Esta resposta ou estresse é algo que nos adaptamos tão profundamente que não conseguimos perceber como estresse. Entretanto, neste estado de estresse, somos levados a ser altamente condicionados pelo nosso ambiente e a consciência coletiva. Pesquisas sobre o cérebro mostram que a resposta a padrões de estresse causam uma dominância de ondas de alta frequência do tipo beta dentro do cérebro. estando em beta, o cérebro é capaz de repostas a níveis primitivos, que recebemos do consciente coletivo humano e uma mudança genuína é quase impossível. Beta também é o estado onde a habilidade de recuperação e cura do corpo está em seu mínimo. A prática espiritual pode, a um certo grau, relaxar o estresse e permitir que ondas menos aceleradas como alfa, tetra e delta apareçam. Porém, pesquisas mostram que a somente a prática espiritual está longe de ser efetiva se não houver sincronia com campos sintrópicos da vida e da Unidade. Na Tracker School, Tom Brown Jr, um especialista em habilidades selvagens e neurocientista, examina os efeitos de passar o tempo na vida selvagem. Seus achados foram muito reveladores: se um noviço religioso, demora quase um ano de prática de meditação dedicada para estar no estado alfa, alguém que nunca meditou na sua vida, se for exposto a vida selvagem pode entrar em estado alfa após exposição a esta vida selvagem por 48 horas. Sendo a natureza sincronizada com campos sintrópicos, ela irá envolver o cérebro humano no seu campo sintrópico muito mais rápido que um cérebro humano que busca esta sincronia por seu próprio esforço. É minha alegação que na prática individual muito da energia que buscamos provêm do Consciente Ancestral. Isto parece ser o mais próximo da validação científica da necessidade da Graça, por si só.

Muitos Cientista e líderes espirituais tem tentado fazer um casamento entre ciência e espiritualidade. Depois que a ciência moderna foi fundada no século 17, como uma reação a séculos de uma fé cega, por pelo menos 200 anos os cientistas tentaram confirmar o mundo objetista-mecânico de Descartes e Newton. A pesquisa finalmente fundiu-se nos ensaios sobre o quantum no começo do século 20. as quais mostraram o quê os místicos descreveram como realidade por milênios. O que ficou faltando até então foi um sistema de transformação espiritual que entregue resultados físicos, precisos e que sejam repetítiveis. É de minha alegação que, de uma investigação científica, experiência profissional e evidências incidentais, o trabalho de Sri Bhagavan é o primeiro sistema espiritual que entrega tais resultados possivelmente no nível global.

Un comentario científico sobe os ensinamentos de Sri Bhagavan.

Por Christian Opitz

Tradução: Marcos Accord

Conheça os encontros de Deeksha e experimente pessoalmente a inteligencia Ouro.

No seguinte video pode experimentar a Nayana Deeksha, transmitida pelos olhos.

A recomendação para assistir o video é bem simples:

Procure um lugar tranqüilo e sente-se com a coluna erguida.

Faça 3 respirações profundas e pausadas, com cada expiração permita-se soltar aquilo que possa estar atrapalhando o seu momento presente e sinta como todo seu corpo fica relaxado.

Agora assista o video e permita-se olhar aos olhos de Sri Bhagavan como se você voltasse a ser uma criança, olhando com curiosidade, sem julgamentos e aberto a tudo, porque tudo é possível… Os olhos são o espelho da Alma, lembra disso?

Dr. Herber Benson, MD (nacido 1935), é um cardiologista americano e fundador do Instituto Medico da Mente/Corpo no Hospital Geral de Massachusetts em Boston. Foi graduado na Universidad de Wesleyan e na Escola Medica de Harvard.

Dr. Benson é Sócio do Instituto Médico Mente/Corpo, Professor de medicina na Escola Médica de Harvard e diretor emérito do Instituto Benson-Henry (BHI). Ele é o autor ou co-autor de mais de 175 publicações científicas e 11 livros. Mais de quatro milhões de cópias de seus livros foram impressos em diferentes línguas.

Dr. Benson é pioneiro na medicina mente/corpo e em trazer a espiritualidade e cura à medicina tradicional. Durante de seus 35 anos de carreira, ele definiu a resposta para o relaxamento e continua a levar o ensino e pesquisa a sua eficácia na luta contra os efeitos nocivos do estresse. Destinatário de vários prêmios nacionais e internacionais, Dr. Benson  é um experimentado palestrante sobre medicina mente/corpo. Sua especialidade é freqüentemente procurada pela mídia de notícias nacionais e internacionais, e ele aparece em dezenas de jornais, revistas e programas de televisão a cada ano.

A investigação  do Dr. Bensons estende-se do laboratório para a clínica para expedições de campo asiáticos. Seu trabalho serve como uma ponte entre a medicina e religião, leste e oeste, mente e corpo e crença e ciência.

Dr. Benson foi pioneiro em pesquisar juntando corpo-mente, enfocando o stress e a resposta ao relaxamento na medicina. Em sua pesquisa, a mente e o corpo são um sistema, em que meditação pode desempenhar um papel significativo na redução das respostas do estresse. Ele continua sendo pioneiro na medicina em pesquisar as perguntas do corpo/mente.

http://www.youtube.com/watch?v=7EZWFerbgic

Uma mensagem de Kryon, canalizada por lee Carroll

14 de Maio de 2010, em Moscou, Rússia

Saudações, queridos. EU SOU KRYON do Serviço Magnético. Há alguns que dizem que isto acontece muito rapidamente: um Ser Humano cruzar o véu como vocês viram. Eles dizem que deveria levar mais tempo, como costumava em uma velha energia. O que vocês vêem agora é um homem que nunca fecha a porta ao seu Eu Superior.

É um acordo que eu tenho com ele, assim não é uma situação onde ele tenha que se sentar e preparar, mudar a sua atitude ou invocar os anjos. Eu estou sempre com ele e sempre preparado. Alguns de vocês viram insto até nas palestras que ele dá, pois algumas delas são as que eu dou. (Kryon sorri).

Esta é a fusão da qual falamos. Não se trata apenas de canalizadores. É uma fusão onde o eu multidimensional se une ao eu físico, e nisto há comunicação. Este é o processo que ensinamos que se torna uma intuição reforçada para o Humano. É um processo que permite que simples Seres Humanos se tornem Mestres. Não é que eles saibam o que está vindo logo em seguida, mas eles têm um senso intuitivo do que fazer a seguir -fora da 3D. Eles têm um senso intuitivo daquilo com que não se preocupar. Eles têm um senso intuitivo do amor de Deus.

A mensagem desta noite é diferente. Ela será sobre a biologia e se ajustará perfeitamente ao que chamamos de DNA quântico. “Kryon, por que você fala sobre o DNA?”, muitos perguntam. “Nós queremos ouvir sobre coisas espirituais. Queremos ouvir sobre coisas angélicas. Você continua falando sobre química”. Se é isto que vocês pensam, não ouviram com muito cuidado.

Há um campo ao redor de cada um de vocês que é completa e totalmente multidimensional. Este campo é gerado por cerca de 100 trilhões de pedaçõs de química, chamado de DNA. A Ciência ainda não sabe como eles se comunicam e a ciência não pode ver as propriedades multidimensionais dentro dele.

Eles não veem os atributos quânticos do DNA na totalidade. O DNA “sabe” quem são vocês. Uma centena de trilhões de moléculas de hélice dupla do DNA são todas idênticas em seu corpo. Elas formam um campo ao redor do que tem aproximadamente oito metros de largura, e tem um nome em hebraico: Merkabah. É isto o que é “O DNA representa o elemento sagrado em vocês”.

UMA BREVE REVISÃO

Deixe-me fazer uma breve revisão antes de continuar com a informação que lhes daremos nesta noite. Vocês pensam que o DNA é químico. É, mas somente cerca de 3% dele é químico na 3D. O resto é informação multidimensional, escondida em uma química aparentemente aleatória.

A Ciência vê isto de sua própria maneira, pois observa a hélice dupla, onde há três bilhões de partes químicas em cada molécula do DNA. Cada laço ativo do DNA tem três bilhões de substâncias químicas. Mas quando a Ciência olha para esta química, ela somente vê 3% do que realmente nada faz. Este 3% é o sistema linear que cria todos os genes no corpo Humano. Todo o resto da química não é compreendido, representado mais do que 90% de todo o seu DNA, pois a ciência está sempre procurando a linearidade. Mesmo depois que eles viram estes 90% como um aparente mistério, eles continuaram a se concentrar somente nos 3%, pois pareciam fazer todo o trabalho. Ser humano, se você tiver uma consciência linear é tudo o que verão -sistemas lineares e comportamento linear. É sobre isto que queremos lhes falar nesta noite.

O ÚNICO MODO DE ENSINAR COISAS MULTIDIMENSIONAIS

No estudo do DNA, trazido a vocês aqui durante quatro anos (Moscou), meu sócio lhes trouxe todas as 12 camadas e a informação que elas representavam. E neste ponto no tempo, ele explicou o ensinamento de Kryon em relação ao DNA. Dentro desta explicação, ele lhes deu a informação do que não há realmente 12 camadas, sob qualquer condição. Ao invés disto, há 12 energias que são interativas. Assim, se aprenderem o que está no DNA, tem que ser dividido de um modo linear para fins didáticos -portanto, as 12 lições-.

E se eu lhes der toda uma canalização sobre o amor? Quantas partes e pedaços vocês acham que estão apaixonados? Comecem a fazer uma lista. Observem todos os tipos de amor que há, os sentimentos diferentes, as emoções diferentes, as complexidades -mas isto é apenas para estudá-lo, não é? Quando vocês amam alguém, não estão pensando nas partes ou na sequência de uma lista!

Quando vocês falam sobre o amor, é realmente um grande tema. Assim, estudá-lo é uma coisa, experienciá-lo é outra. O DNA somente pode ser explicado se o linearizarmos, pois os Seres Humanos não podem examinar algo que esteja além de sua capacidade dimensional de compreender. Vocês alcançaram um limite da lógica e os conceitos caem em ouvidos surdos, em uma consciência desatenta, pois não há compreensão. As coisas que não estão em sua realidade, são inconcebíveis para vocês. Assim, todo o estudo de um aspecto multidimensional tem que ser colocado em uma linha reta. É por isto que lhes demos as metáforas e os exemplos, e porque dividimos os atributos multidimensionais em três partes na 3D.

Dentro das 12 energias do DNA, há várias que são muito interessantes para a humanidade. Meu sócio está agora canalizando as últimas páginas do livro sobre este tema. Durante mais de cinco anos, eu estive lhe dando esta informação muito, muito lentamente, de modo que ele pudesse colocá-la na forma linear e torná-la compreensível para vocês. Assim, nesta noite, nós gostaríamos de levá-los em uma jornada em apenas uma das energias do DNA. E esta energia tem o número nove em torno dela.

Em um ensinamento linear, nós a chamaremos de Nona Camada do DNA. Ao mesmo tempo em que dizemos isto, nós lhes diremos que não há tal coisa como a Camada Nona do DNA! Ela está somente na lousa na escola que ensinamos hoje, assim a Camada Nove aparece. É somente nos ensinamentos que ela se torna linear. Os números atribuídos às camadas são energias e apenas dicas numerológicas, cada uma delas. Quando começarem a ler o livro que o meu sócio está preparando, verão isto. Não há “uma às 12. Elas estão todas juntas em uma sopa de informação energética que se interagem.

Nós demos um exemplo da camada número nove, porque este final de semana em particular, está concentrado nos atributos dos quais queremos lhes falar. Agora, meu sócio, eu quero que vá devagar aqui. (Instruções à Lee). Ainda que eu lhes tivesse dado estas coisas em publicações, há algumas coisas novas a serem reveladas aqui, como exemplo para a aprendizagem.

A MUDANÇA ESTÁ AQUI

Vamos falar do corpo Humano e um atributo que é o mais interessante para muitos – a cura. Assim “chamaremos de Camada Nove, a Camada da Cura”. E eu me empenharei o máximo possível, através do meu sócio, para explicar algo que é inexplicável.

Há algo acontecendo em seu corpo, algo com que nasceram. É algo muito antigo e muito velho, e está começando a despertar. Está acontecendo uma mudança no planeta. É a mudança da qual falou os Maias, e é um tempo fractal do potencial para o despertar da consciência – a habilidade de vibração mais elevada no pensamento humano do que nunca antes tivera. “Isto cria o potencial de uma aliança com o seu Eu Superior”. Muitos de vocês estão tendo pensamentos que são bem elevados. Vocês estão começando a descobrir aquilo que está em vocês e que nunca tinham pensando antes. Assim eu reforçarei isto nesta noite e lhes falarei sobre um belo sistema de duas partes.

O PODER DO DNA

O DNA funciona assim: Há uma forte dualidade presente. Ou seja, há uma parte que é linear e uma parte, multidimensional. A parte linear é fácil e simples, e ocupa menos do que 5% do todo. A parte muitidimensional é a maior parte do DNA, complexa e difícil de ensinar. “Seu Registro Akáshico está lá -isto é, um pacote energético de informações das existências que vocês já viveram aqui”. Aquilo que lhes foi dado pelos Pleiadianos está lá. O Eu Superior está lá. Tudo o que vocês chamam de espiritual, está lá. O DNA é espiritualmente inteligente, desde que vocês estejam vibrando em um nível elevado que lhes permita funcionar plenamente. É por isto que a maior parte da humanidade está consciente somente dos 3% do DNA, não dando credibilidade à outra parte, sob qualquer condição.

Vamos falar daquilo que é saúde e cura. Lentamente, por mais do que 20 anos neste planeta, vocês estão recebendo novas ferramentas para trabalhar com este atributo do DNA multidimensional. Oh, os curadores na sala, eles sabem disto! Eles sabem o que acontecem a um curador que está diante de um Ser Humano. “O curador e o paciente estão na mesma sala, e os dois campos do DNA têm oito metros de largura”. ‘O curador fica em frente daquele que será curado e os campos se sobrepõem”. “Quando eles falam um com o outro, pode haver informação transferida”. ‘Nesta transferência está o conhecimento -conhecimento de tudo, reagindo de um modo quântico, atemporal”. E aqueles nesta sala sabem como é isto, porque eu sei quem está aqui. ‘Eles estão recebendo intuição sobre o que o seu paciente precisa -a partir do DNA do paciente-“

O curador pode se tornar um dos melhores médicos multidimensionais na Terra, porque as partes sobrepostas, multidimensionais estão lá dentro do DNA e projetadas para serem inteligentes. É por isto que a medicina de hoje é reativa. Ou seja, é química colocada no corpo e ocorre uma reação química na 3D.

Mesmo assim, é surpreendente o que vocês fizeram com a cura química que vocês têm. Mas é assim que é observado. Não há credibilidade para um corpo inteligente. Na verdade, a medicina alopática é realmente desonrosa. Ela afirma que o corpo não sabe e precisa de ajuda. Parece que o corpo alo está: inconsciente e estúpido. E quem pode culpá-los, realmente, se na 3D parece assim?

DNA -PROJETADO PARA OPERAR EM MUITAS DIMENSÕES

Permitam-me explicar um pouco sobre a Camada Nove e sobre o cenário duplo de cura no corpo Humano e do incrível auto-diagnóstico disponível dentro do DNA.

Primeiro, vamos observar juntos do lado linear. Aqui você está, Ser Humano. E se você tivesse um vírus agora? Será que o seu corpo lhe diz? E se você tivesse um crescimento surpreendente e ameaçador do câncer, unindo-se a um órgão? O seu corpo lhe diria? Vocês não acham isto perturbador? Não é estranho que tenham que ir a um médico para encontrar estas coisas através de testes? Isto não clama a nível celular: ‘‘Há algo sendo omitido?” Realmente, há, e o que está sendo omitido é 90% da informação quântica no DNA que foi concebido não apenas para conhecê-lo mais cuidar dele. Mas isto não está funcionando.

O DNA foi projetado para operar em duas partes, bem como a química que tem sido relacionada no genoma humano. Menos do que 5% é linear e a maior parte está esperando para ser ativada. Pensem nisto como 5% sendo o mecanismo do genoma e 95%, as instruções para que este mecanismo funcione.

A primeira parte do sistema imunológico é linear. Esta é a parte que vocês conhecem e a parte com a qual a medicina interage, como vocês a conhecem hoje, Os outros 90% pode somente ser ativado com energias multidimensionais -energias que vocês conheceram no passado, mas que se perderam.

Agora, esta é uma informação antiga. Os antigos podem não ter um conhecimento específico sobre o DNA, mas eles sabiam que havia princípios esotéricos que poderiam realizar a cura. – O que vocês acham que são os meridianos do corpo, e quantos há? Eles aparecem nos raios-X? Não. Eles são reais? Sim. Há doze deles. Cada um deles representa o tipo mais simples de portal multidimensional do corpo Humano para acessar a “inteligência” do DNA-

Durante milhares de anos, a humanidade conheceu isto. Agora, como vocês usam isto em sua “medicina moderna”? A resposta é que vocês não usam, pois a medicina moderna o vê como uma velha tradição de ignorância. “O que é a acupuntura ou outros sistemas semelhantes que tratam destes meridianos? Estes são transmissores de informação energética para as partes inteligentes multidimensionais do DNA”. “Eles ajudam a permitir que o corpo se cure com a sua própria série de instruções para a sua própria química, ao invés de estragá-lo com química externa, como se o corpo fosse ignorante e precisasse de ajuda”.

Deixem-me lhes dar algo que vocês não pensam: “Homeopatia”. Vocês poderiam dizer: “Bem, isto é realmente química”. Realmente? Vocês acham que uma tintura, uma quantidade quase imensurável de química, inserida no sistema do corpo, seja reacionária? A pesquisa médica diz que a homeopatia é um “sistema reacionário impossível” e que uma substância que representa somente algumas partes em um milhão, não pode ter um efeito no sistema Humano. Isto -é porque é somente um sinal de “informação” ao DNA multidimensional-. Na sua forma mais simples, “ela dá ao corpo informação para ajudá-lo a compreender o que fazer”. “É um sinal de intenção que afirma que o DNA é inteligente e somente precisa de informação, não de química, para se curar”.

“Há uma tremenda energia de cura na Camada Nove do seu DNA, à espera de instruções quânticas para mudar sistematicamente o seu próprio projeto”. Pelo fato do DNA operar de modos multidimensionais, nem tudo é lógico a sua compreensão. Pensem em um efeito real na física quântica. Pequenas partículas se comportam muito estranhamente, e não em 3D, sob qualquer condição. Os experimentos mais simples com a luz (experimentos com dupla abertura) mostram isto. A Luz pode estar em dois lugares ao mesmo tempo. A luz pode até ser observada ao mudar o seu estado de ser de uma onda a uma partícula, simplesmente pelo ato de tê-la observado por um Ser Humano. O que isto lhes diz sobre a Luz? Ela é multidimensional e mais inteligente do que vocês pensam. Bem, “assim é a sua biologia”!

Trata-se do tempo que vocês ouviram. “Eu lhes revelarei as mais fortes energias disponíveis ao DNA multidimensional: a consciência Humana”. “Vocês têm uma consciência sagrada no campo do DNA que mencionamos antes”. “Sua consciência pode falar à estrutura celular do seu próprio corpo em uma base diária. Ela pode fortalecer o seu sistema imunológico e afugentar a doença, pois a energia da consciência Humana é realmente somente energia de “informação”. Ela envia instruções para que o seu corpo mude”.

Eu quero lhes dar alguns exemplos. Eu quero lhes mostrar estas coisas que estão acontecendo. Em 1987, a Convergência Harmônica começou a onda do tempo fractal em que vocês estão agora. A mudança da consciência que foi anunciada através das eras está sobre vocês, e aqui estão nela, mais do que vinte anos depois. Quase todos que viram a uma reunião assim, sabem que isto é, realmente, o que está acontecendo.

Siga seu Coração

O coração é o primeiro órgão formado no útero. O resto vem depois.

Recentemente neurfosiologistas ficaram surpresos ao descobrirem que o coração é mais um órgão de inteligência, do que (meramente) a estação principal de bombeamento do corpo. Mais da metade do Coração é na verdade composto de neurônios da mesma natureza daqueles que compõem o sistema cerebral. Joseph Chiton Pearce, autor de “A biologia da Transcendência”, chama a isto de “o maior aparato biológico e a sede da nossa maior inteligência”.

O coração também é a fonte do corpo de maior força no campo eletromagnético. Cada célula do coração é única e na qual não apenas pulsa em sintonia com todas as outras células do coração, mas também produz um sinal eletromagnético que se irradia para além da célula. Um EEG que mede as ondas cerebrais mostra que os sinais eletromagnéticos do coração são muito mais fortes do que as ondas cerebrais, de que uma leitura do espectro de frequência do coração podem ser tomadas a partir de três metros de distância do corpo… sem colocar eletrodos sobre ele!

A frequência eletromagnética do Coração produz arcos para fora do coração e volta na forma de um campo saliente e arredondado, como anéis de energia. O eixo desse anel do coração se estende desde o assoalho pélvico para o topo do crânio, e todo o campo é holográfico, o que significa que as informações sobre ele podem ser lidas a partir de cada ponto deste campo.

O anel eletromagnético do Coração não é a única fonte que emite este tipo de vibração. Cada átomo emite energia nesta mesma frequência. A Terra está também no centro de um anel, assim é o Sistema Solar e até mesmo nossa galáxia… e todos são holográficas. Os cientistas acreditam que há uma boa possibilidade de que haja apenas um anel universal abrangendo um número infinito e interagindo dentro do mesmo espectro. Como os campos eletromagnéticos são anéis holográficos, é mais do que provável que a soma total do nosso Universo esteja presente dentro do espectro de frequência de um único anel.

Isto significa que cada um de nós está ligado a todo o Universo e como tal, podemos acessar todas as informações dentro dele e qualquer momento. Quando ficamos quietos para acessar o que temos em nossos corações, nós estamos literalmente conectados à fonte ilimitada de Sabedoria do Universo, de uma forma que percebemos como “milagres” entrando em nossas vidas.

Quando desconectamos e nos desligamos da sabedoria inata de amor do Coração, baseado nos pensamentos, o intelecto refletido no ego assume o controle e opera independentemente do Coração, e nós voltamos para uma mentalidade de sobrevivência baseada no medo, ganância, poder e controle. Desta forma, passamos a acreditar que estamos separados, a nossa percepção de vida muda para uma limitação e escassez, e temos que lutar para sobreviver. Este órgão incrível, que muitas vezes ignoramos, negligenciamos e construímos muros ao redor, é onde podemos encontrar a nossa força, nossa fé, nossa coragem e nossa compaixão, permitindo que a nossa maior inteligência emocional guie nossas vidas.

Devemos agora mudar as engrenagens para fora do estado baseado no medo mental que temos sido ensinados a acreditar, e nos movermos para viver centrados no coração. Para que esta transformação ocorra, é preciso aprender a meditar, “entrar em seu coração” e acessar a sabedoria interior do Universo. É a única maneira, é O Caminho. A medida que cada um de nós começa esta revolução tranqüila de viver do Coração, vamos começar a ver os reflexos em nossas vidas e em nosso mundo. Esta é a forma como cada um de nós vai criar uma mudança no mundo, criar paz, criar harmonia e equilíbrio, e desta forma, vamos todos criar o Paradigma do Novo Mundo do Céu na Terra.

A eternidade do Ser

O dia é sempre o dia, o lugar é sempre o lugar, a hora, sempre a hora.

Ora pois, vida depois da vida, vida depois da morte, morte depois da vida. Tanto faz.

A vida continua, a vida está sempre presente, a vida é eterna, você é eterno.

Da compreensão disso, o inusitado.

Ser eterno.

Não é isso que todo mundo quer? A eternidade.

Viva então em conformidade com isso, não morrendo, transformando.

Transformar é a um só tempo viver e morrer.

Transformar é renascer.

A vida está na transformação e a morte também.

Então, o que é vida, o que é morte?

Nunca saberá.

Um é continuação do outro, um é parte natural do outro.

Por que então dividir em antes e depois, vida e morte?

Ter isso em mente e viver em conformidade com isso é o segredo que poucos alcançam.

Estamos tratando de dois elementos: o infinito e a eternidade.

Espaço sem fim, vida sem fim e, nem tampouco, começo.

Fique quieto e tente conceber esta maravilha.

É difícil para essa sua mente tão acostumada ao antes e depois, lá e cá.

É difícil para você sair das grades tão enferrujadas e velhas de seus conceitos pobres e limitantes.

Tal vez a grande e primeira transformação será a de seus conceitos.

Libertar-se dos conceitos é abrir-se para a vida, sem tempo ou lugar, eterna.

Viva distraído, sem pressa, sem ter que chegar ou buscar.

Deixe-se ir no turbilhão das coisas, no burburinho da vida.

Deixar-se caminhar para onde a corrente levar alegre e confiante de que em qualquer lugar e de qualquer maneira a vida o encontrará.

Viver em conformidade com isso é viver encantado.

Estar encantado é estar presente em tudo, sem querer alterar ou mudar o curso natural das coisas.

Vamos frisar: não existe o lá e cá, não existe o antes e o depois.

Tudo é um só.

Um só.

A unidade, a comunhão, o contato com todo o universo, com o divino.

Verá como é possível viver de maneira diferente, na gratuidade.

Gratuidade é não fazer barganhas e nem querer ganhar nada.

Não ter que vencer nem querer ter.

Viver indo, viver vivendo simplesmente, sem regozijar nem reclamar.

Quando o rio e o mar se encontram, eles se fundem.

O rio deixa de ser rio e vira mar.

Rio e mar são nomes diferentes que damos a tipos diferentes de água.

Mas, na essência, tudo é água, tudo é movimento, é vida.

A água será sempre água, em qualquer lugar -muda apenas de forma ou estado-.

Os estados da água, os estados da alma.

A alma muda de estado, volatiliza.

Muda outra vez e torna-se sólida, num corpo compacto.

Toma a forma do recipiente que a contém.

O corpo é o recipiente da alma.

Nós confundimos o recipiente com o conteúdo.

O corpo não é o seu ser, o seu ser não é o corpo.

O seu corpo é perecível, o seu ser, não.

Parecer e ser, a escolha é de cada um.

Quanto mais você conseguir a verdadeira expressão interior, maior será o seu contato com o exterior.

O de dentro e o de fora se fundirão como o rio e o mar.

Então as coisas do mar conterão as coisas do rio e as coisas do mar tocarão o rio.

Rio e mar num só.

Corpo, universo e alma numa só expressão.

O eu interior em comunhão com o universo.

O universo contido no espirito.

Poderá ver e tocar o espaço azul infinito, para sempre.

Dia após dia, noite após noite, para sempre, eternamente.

Evoluir é isto, sair de dentro e encontrar o de fora.

Sair dos estreitos limites de seus conceitos e comungar com a vida, com o universal.

-Jeremias Horta-

Queridos
Convido vocês a participar na Teleconferência do Kryon, que vai acontecer pela primeira vez no Brasil.
Carinhosamente, Belo Horizonte foi um dos locais selecionados.
Fiquem à vontade para reenviar aos amigos e conhecidos, inclusive das outras cidades (Fortaleza e Rio de Janeiro), onde acontecerão eventos de igual teor.
É uma oportunidade importante para tomarmos conhecimento dessa Energia Inteligente, Amorosa e Amiga, denominada Kryon.
Se você ainda não conhece essa Energia, canalizada por Lee Carrol e traduzida para o português pelo brasileiro Gustavo Amorim, vá para o site e desfrute. Tudo o que você precisa saber está lá.
Para informações sobre a Teleconferência, em Belo Horizonte, no dia 18 de abril de 2012, você pode nos contatar:
Susana: (31) 8876-6927          ou          Lila: (31) 8867-1216
 Ou escrever para o Gustavo: gustavo@faroldeluz.com.br
Para obter excelentes informações, ouvir palestras, e saber muito mais sobre Kryon vá para o site:
                                                       www.faroldeluz.com.br

A RESPIRAÇÃO

Podemos descobrir o espaço interior criando lacunas no fluxo de pensamentos.

Sem elas, o pensamento se torna repetitivo, desprovido de inspiração, sem nenhuma centelha criativa – e é assim que ele é para a maioria das pessoas. Não precisamos nos preocupar com a duração dessas lacunas. Alguns segundos bastam. Aos poucos, elas irão aumentar por si mesmas, sem nenhum esforço de nossa parte. Mais importante do que fazer com que sejam longas é cria-las com frequencia para que nossas atividades diárias e nosso fluxo de pensamento sejam entremeados por espaços.

Certa ocasião alguém me mostrou a programação anual de uma grande organização espiritual. Quando a examinei, fiquei impressionado pela rica seleção de seminários e palestras interessantes. A pessoa me perguntou se eu poderia recomendar uma ou duas atividades.

“Não sei, não. Todas elas me parecem muito interessantes. Mas eu conheço esta: tome consciencia da sua respiração sempre que puder, toda vez que se lembrar. Faça isso durante um ano e terá uma experiência transformadora bem mais forte do que a participação em qualquer uma dessas atividades. E é de graça.

Tomar consciência da respiração faz com que a atenção se afaste do pensamento e produz espaço. É uma maneira de gerar consciência. Embora a plenitude da consciência já esteja presente como o não-manifestado, estamos aqui para levar a consciência a essa dimensão.

Tome consciência da sua respiração. Observe a sensação do ato de respirar. Sinta o movimento de entrada e saída do ar ocorrendo em seu corpo. Veja como o peito e o abdomen se expandem e se contraem ligeiramente quando você inspira e expira. Basta uma respiração consciente para produir espaço onde antes havia a sucessão initerrupta de pensamentos.

Uma respiração consciente (duas ou três seria ainda melhor) feita muitas vezes ao dia é uma maneira excelente de criar espaços em sua vida. Mesmo que você medite sobre sua respiração por duas horas ou mais, o que é uma prática adotada por algumas pessoas, uma respiração basta para deixa-lo consciente. O resto são lembranças ou expectativas, isto é, pensamentos.

Na verdade, respirar não é algo que façamos, mas algo que testemunhamos.

A respiração acontece por si mesma. Ela é produzida pela inteligência inerente ao corpo. Portanto, basta observá-la. Essa atividade não envolve nem tensão nem esforço. Além disso, note a breve suspensão do fôlego – sobretudo no ponto de parada no fim da expiração – antes de começar a inspirar de novo. Muitas pessoas tem a respiração curta, o que não é natural. Quanto mais tomamos consciência da respiração, mais sua profundidade se estabelece sozinha.

Como a respiração não tem forma própria, ela tem sido equiparada ao espírito – a Vida sem uma forma específica – desde tempos ancestrais. “O Senhor Deus formou, pois, o homem do barro da terra, e inspirou-lhe nas narinas um sopro de vida; e o homem se tornou um ser vivente.” A palavra alemã para respiração – atmen – tem origem no termo sânscrito Atman, que significa o espírito divino que nos habita, ou o Deus interior.

O fato de a respiração não ter forma é uma das razões pelas quais a consciência da respiração é uma maneira eficaz de criar espaços na nossa vida, de produzir consciência. Ela é um excelente objeto de meditação justamente porque não é um objeto, não tem contorno nem forma. O outro motivo é que a respiração é um dos mais sutis e aparentemente insignificantes fenômenos, a “menor coisa”, que, segundo Nietzsche, constitui a “melhor felicidade”.

Cabe a você decidir se vai ou não praticar a consciência da respiração como verdadeira meditação formal. No entanto, a meditação formal não substitui o empenho em criar a consciência do espaço na sua vida cotidiana.

Ao tomarmos conciência da respiração, nos vemos forçados a nos concentrar no momento presente – o segredo de toda a transformação interior, espiritual. Sempre que nos tornamos conscientes da respiração, estamos absolutamente no presente. Percebemos também que não conseguimos pensar e nos manter conscientes da respiração ao mesmo tempo.

A respiração consciente suspende a atividade mental. No entanto, longe de estarmos em transe ou semidespertos, permanecemos acordados e alertas. Não ficamos abaixo do nível do pensamento, e sim acima dele. E, se observarmos com mais atenção, veremos que essas duas coisas – nosso pleno estado de presença e a interrupção do pensamento sem a perda da consciência – são, na verdade a mesma coisa: o surgimento da consciência do espaço.

Para quem ainda acha que as coisas não podem ser mudadas e têm dúvidas da capacidade de transformação que podemos experimentar em nossas vidas, vou apresentar para você um fenómeno de transmutação da matéria que aconteceu na Italia no século VIII e que a dia de hoje contínua surpreendendo a cientistas e estudiosos.

O Milagre Eucarístico de Lanciano ocorrido no século VIII, na cidade italiana de Lanciano, antigamente chamada de “Anciano”, foi a inexplicável transformação da hóstia em carne humana e do vinho em sangue humano, durante uma celebração litúrgica católica, sendo reconhecido como milagre pela Igreja Católica Apostólica Romana em 1574 e por diversos estudos científicos.

Relato

Tradição coloca o fato de em cerca de 700 d.C., como base em algumas evidências históricas, podemos assumir uma data entre 730 e 750 d.C; É portanto, o mais antigo milagre eucarístico entre os reconhecidos pela Igreja Católica. Os mais antigos registros escritos conhecido de um milagre, no entanto, remonta a 1586. Viviam no mosteiro de São Legoziano e Domiciano os monges de São Basílio. Um deles, que se sentia atormentado pela dúvida na crença católica da transubstanciação, segundo a tradição, durante uma missa, viu a hóstia, no momento do ato da consagração, converter-se em carne viva e o vinho em sangue vivo.

Em séculos posteriores, a igreja dos Santos Legonziano e Domiciano passou aos monges bizantinos beneditinos, depois para a franciscanos, que em 1252 começou a construção de uma nova igreja dedicada a São Francisco, sobre outra já existente. Eles viveram lá até o tempo de Napoleão, quando foram expulsos. Cerca de 150 anos mais tarde, eles regressaram e vive lá até hoje.

A Hóstia-carne permaneceu conservada, apresentando uma coloração ligeiramente escura, tornado-se rósea se iluminada pelo lado oposto, com uma aparência fibrosa; o sangue-vinho era de cor terrosa, entre amarelo e o ocre, coagulado em cinco fragmentos de formas e tamanhos diferentes. Inicialmente essas relíquias foram conservadas num tabernáculo de marfim e, a partir de 1713, até hoje, passaram a ser guardadas numa ostensório de prata, e o sangue, num cálice de cristal.

Reconhecimento e Comprovação

A partir de 1574, aos reconhecimentos eclesiásticos do milagre, acrescentaram-se pronunciamentos científicos. Em novembro de 1970 os Frades Menores Conventuais, sob cuja responsabilidade se encontravam as substâncias, submeteram-nas a análise científica que foi confiada aos Dr. Odoardo Linoli, Chefe de Serviço do Hospitais Reunidos de Arezzo e Livre Docente de Anatomia e de Histologia Patológica e de Química e Microscopia Clínica e ao professor Ruggero Bertelli, emérito de Economia na Universidade de Siena.

Após uma série de análises e constatações, o parecer foi publicado em “Quaderni Sclavo di diagnostica clinica e di laboratório”, 1971, fasc. 3, Grafiche Meini, Siena, afirmando tratar-se de um milagre comprovado e inexplicável, o documento diz ainda:

* A carne é carne verdadeira.

* O sangue é sangue verdadeira.

* A carne seria do tecido muscular do coração (contém, em seção, o miocárdio, endocárdio, o nervo vago e, no considerável       espessor do miocárdio, o ventrículo cardíaco esquerdo).

* A carne e o sangue seriam do mesmo tipo sangüíneo (AB) e pertencem à espécie humana.

* No sangue teriam sido encontrados, além das proteínas normais, os minerais cloreto, fósforo, magnésio, potássio, sódio e cálcio. As proteínas observadas no sangue teriam sido encontradas normalmente fracionadas em percentagem a respeito das situação seroproteínica do sangue vivo normal. Ou, seja, é sangue de uma pessoa viva.

* A conservação da carne e do sangue, deixados em estado natural por doze séculos e expostos à ação de agentes físicos, atmosféricos e biológicos constituiria um fenômeno extraordinário.

* Outro fato interessante é que os cinco fragmentos, ao serem pesados têm exatamente o mesmo peso, não importa a combinação com que se pese. Por exemplo, tanto faz pesar um, dois ou todos fragmentos juntos, eles têm o mesmo peso.

Supõe-se que o sangue “AB” é o tipo de sangue encontrado no Santo Sudário. Este tipo de sangue é muito comum no povo Judeu, em Israel.

O Milagre Eucarístico de Lanciano é considerado um dos mais famosos milagres eucarísticos relatados pela Igreja Católica, porém não é o único: aproximadamente 130 milagres eucarísticos foram relatados. Conta-se que na cidade de Cássia, na Itália também já aconteceu um fenômeno parecido.

-Texto extraído integramente de Wikipedia-

Milagre_Eucar%C3%ADstico_de_Lanciano

O Corpo de Dor por Eckhart Tolle

No caso da maioria das pessoas, quase todos os pensamentos costumam ser involuntários, automáticos e repetitivos. Não são mais do que uma espécie de estática mental e não satisfazem nenhum propósito verdadeiro. Num sentido estrito, não pensamos -o pensamento acontece em nós-.

“Eu penso” é uma afirmação simplesmente tão falsa quanto “eu faço a digestão” ou “eu faço meu sangue circular”. A digestão acontece, a circulação acontece, o pensamento acontece.

A voz na nossa cabeça tem vida própria. A maioria de nós está à mercê dela; as pessoas vivem possuídas pelo pensamento, pela mente. E, uma vez que a mente é condicionada pelo passado, então somos forçados a re interpretá-lo sem parar. O termo oriental para isso é Carma.

O ego não é apenas a mente não observada, a voz na cabeça que finge ser nós, mas também as emoções não observadas que constituem as reações do corpo ao que essa voz diz.

A voz na cabeza conta ao corpo uma história em que ele acredita e à qual reage.

Essas reações são as emoções.

A voz do ego perturba continuamente o estado natural de bem-estar do Ser.

Quase todo corpo humano se encontra sob grande tensão e estresse, mas não porque esteja sendo ameaçado por algum fator externo -a ameaça vem da mente-.

O que é uma emoção negativa?

É aquela que é tóxica para o corpo e interfere no seu equilíbrio e funcionamento harmonioso.

Medo, ansiedade, raiva, ressentimento, tristeza, rancor ou desgosto intenso, ciúme, inveja -tudo isso perturba o fluxo da energia pelo corpo, afeta o coração, o sistema imunológico, a digestão, a produção de hormônios, e assim por diante.

Até mesmo a medicina tradicional, que ainda sabe muito pouco sobre como o ego funciona, está começando a reconhecer a ligação entre os estados emocionais negativos e as doenças físicas.

Uma emoção que perjudica nosso corpo também contamina as pessoas com quem temos contato e, indiretamente, por um processo de reação em cadeia, um incontável número de indivíduos com quem nunca nos encontramos. Existe um termo genérico para todas as emoções negativas: infelicidade.

Por causa da tendência humana de perpetuar emoções antigas, quase todo mundo carrega no seu campo energético um acúmulo de antigas dores emocionais, que chamamos de “Corpo de Dor”.

O “Corpo de Dor” não consegue digerir um pensamento feliz. Ele só tem capacidade para consumir os pensamentos negativos porque apenas esses são compatíveis com seu próprio campo de energia.

Não é que sejamos incapazes de deter o turbilhão de pensamentos negativos -o mais provável é que nos falte vontade de interromper seu curso-. Isso acontece porque, nesse ponto, o “Corpo de Dor” está vivendo através de nós, fingindo ser nós. E para ele, a dor é prazer. Ele devora ansiosamente todos os pensamentos negativos.

Nos relacionamentos íntimos, os “Corpos de Dor” costumam ser espertos o bastante para permanecer discretos até que as duas pessoas comecem a viver juntas e, de preferência, assinem um contrato comprometendo-se a ficar unidas pelo resto da vida.

Nós não nos casamos apenas com uma mulher ou com um homem, também nos casamos com o “corpo de dor” dessa pessoa.

Pode ser um verdadeiro choque quando -talvez não muito tempo depois de começarmos a viver sob o mesmo teto ou após a lua-de-mel – vemos que nosso parceiro ou nossa parceira está exibindo uma personalidade totalmente diferente. Sua voz se torna mais áspera ou aguda quando nos acusa, nos culpa ou grita conosco, em geral por uma questão de menor importância.

A essa altura, podemos nos perguntar se essa é a verdadeira face daquela pessoa -a que nunca tínhamos visto antes- e se cometemos um grande erro quando a escolhemos como companheira. Na realidade, essa não é sua face genuína, apenas o “corpo de dor” que assumiu temporariamente o controle.

Seria difícil encontrar um parceiro ou uma parceira que não carregasse um “corpo de dor”, no entanto seria sensato escolher alguém que não tivesse um “corpo de dor” tão denso.

O começo da nossa libertação do “corpo de dor” está primeiramente na compreensão de que o temos.

É nossa Presença Consciente que rompe a identificação com o “corpo de dor”.

Quando não nos identificamos mais com ele, o “corpo de dor” torna-se incapaz de controlar nossos pensamentos e, assim, não consegue se renovar, pois deixa de se alimentar deles. Na maioria dos casos, ele não se dissipa imediatamente.

No entanto, assim que desfazemos sua ligação com nosso pensamento, ele começa a perder energia.

A energia que estava presa no “corpo de dor” muda sua frequência vibratória e é convertida em “Presença”.

O DNA humano é uma internet biológica e superior, em muitos aspectos, a uma artifical. A mais recente pesquisa científica russa, direta ou indiretamente, explica fenómenos como a clarividência, intuição, atos espontáneos e cura a distancia, auto-cura, técnicas de afirmação, a luz incomum / aura em torno de pessoas (mestres espirituais), influência da mente sobre os padrões climáticos e muito mais. Além disso, há evidências de um novo tipo de medicamento em que o DNA pode ser influenciado e reprogramado por palavras e frequências SEM remover e substituir um único gene.

Apenas 10% do nosso DNA esta sendo usado para a construção de proteínas. É este sub-conjunto do DNA que é de interesse dos pesquisadores russos ocidentais e está sendo examinado e categorizado. Os outros 90% são considerados “DNA lixo”.

Os pesquisadores russos, no entanto, convencidos de que a natureza não era estúpida, juntaram linguistas e geneticistas em uma aventura para explorar os 90% de “DNA lixo”. Seus resultados e conclusões são simplesmente revolucionários. Segundo eles, nosso DNA não é apenas responsável pela construção do nosso corpo, mas também serve como armazenamento de dados e na comunicação. Os linguistas russos compreenderam que o código genético, especialmente nos aparentemente inúteis 90%, segue as mesmas regras que todas as nossas linguagens humanas. Para este fim, eles compararam as regras da sintaxe (a forma em que as palavras são unidas para formar frases e sentenças), semântica (o estudo do significado nas formas de linguagem) e as regras básicas da gramática.

Eles descobriram que os alcalinos de nosso DNA seguem uma gramática regular e têm conjuntos de regras como as nossas línguas. Línguas humanas não surgiram coincidentemente, é um reflexo do nosso DNA inerente.

O biofísico russo e biólogo molecular Pjotr Garjajev e seus colegas exploraram também o comportamento vibracional do DNA e o resultado foi que os cromossomas vivos operam apenas como um computador holográfico utilizando radiação de laser de DNA endógena. Isso significa que eles conseguiram modular determinados padrões de frequência (som) em um raio como o laser que influenciou a frequência do DNA e por isso, a informação genética em si mesma.

Uma vez que a estrutura básica do DNA pares alcalinos e de linguagem (como explicado anteriormente) são da mesma estrutura, nenhuma decodificação do DNA é necessária.
Pode-se simplesmente usar palavras e sentenças da linguagem humana! Isto, também, foi provado experimentalmente! A substância do DNA vivo -no tecido vido, não in vitro-, sempre reagirá aos raios laser modulados na linguagem e até mesmo ondas de rádio, se as frequências apropriadas estiverem sendo usadas.
Este explica finalmente e cientificamente por que e como as afirmações, o treinamento autógeno, hipnose podem ter efeitos tão fortes nos humanos e seus corpos. É inteiramente normal e natural para o nosso DNA reagir a linguagem. Enquanto os pesquisadores ocidentais cortam genes simples das fibras do DNA e inseri-los em outros lugares, os russos trabalharam entusiasticamente nos artifícios que podem influenciar o metabolismo celular através de frequências moduladas apropriadas de rádio e de luz e assim reparar defeitos genéticos.
Garjajev e seu grupo de pesquisa conseguiu provar que com este método cromossomos danificados por raios-x, por ejemplo, podem ser reparados. Eles até capturaram padrões de informação de um DNA particular e os transmitiram para outro, reprogramando assim as células para outro genoma. Assim eles transformaram com êxito, por exemplo, embriões da rã em embriões da salamandra, simplesmente ao transmitirem os padrões de informação do DNA! Desta forma toda a informação foi transmitida sem quaisquer dos efeitos secundários ou desarmonias encontrados quando se extrai e se reintroduz genes simples do DNA. Isto representa uma revolução inacreditável e uma transformação mundial e sensacional!
Tudo isso pela simples aplicação de vibração e da linguagem em vez do procedimento de corte arcaico. Este experimento demostra o poder imenso da genética, que obviamente tem uma influência maior sobre a formação de organismos do que os processos bioquímicos das sequências alcalinas.
Os mestres esotéricos e espirituais reconheceram por eras que o nosso corpo é programável pela linguagem, palavras e pensamento. Isto já foi cientificamente provado e explicado. É claro que a frequencia tem que ser correta. E é por isso que nem todos são igualmente bem-sucedidos ou podem fazé-lo sempre com a mesma intensidade. Uma pessoa, individualmente, deve trabalhar nos processos internos e maturidade, a fim de estabelecer uma comunicação consciente com o DNA. Os pesquisadores russos trabalharam em um método que não é dependente destes fatores, mas que SEMPRE funcionará desde que se use a frequência correta.
Mas quanto mais desenvolvida a consciência de um indivíduo é, menos necessidade há para qualquer tipo de dispositivo! Pode se conquistar estes resultados por si mesmo, e a ciência finalmente deixará de rir de tais ideias e confirmará e explicará os resultados. E não termina aí. Os cientistas russos descobriram também que o nosso DNA pode causar padrões perturbadores no vácuo, produzindo assim buracos de minhoca magnetizados! Wormholes são os equivalentes microscópicos das assim chamadas pontes Einstein-Rosen na vizinhança dos buracos negros (deixados pelas estrelas extintas). Estes são conexões subterrâneas entre áreas totalmente diferentes no universo através do qual informação pode ser transmitida fora do espaço e tempo. O DNA atrai estes pedaços de informação e as passa para a nossa consciencia. Este processo de hipercomunicação é mais eficaz em um estado de relaxamento. Stress, preocupações ou um intelecto hiperativo impede hipercomunicação bem sucedida ou a informação será totalmente distorcida e inútil.
Na natureza, hipercomunicação foi aplicada com sucesso por milhões de anos. O fluxo organizado de vida dos insetos prova isto drasticamente. O homem moderno conhece isto somente a um nível muito mais sutil como “intuição”. Mas nós, também, podemos recuperar o pleno uso do mesmo. Um exemplo da Natureza: Quando uma formiga rainha está separada espacialmente de sua colonia, a construção ainda continua fervorosamente e de acordo com o plano. Se a rainha for morta, entretanto, todo o trabalho na colonia se interrompe. Nenhuma formiga sabe o que fazer. Aparentemente, a rainha envia os “planos de construção”, também a distância através da consciência de grupo dos seus assuntos. Ela pode estar tão longe quanto ela quiser, contato que ela está viva. A hipercomunicação no homem é mais frequentemente encontrada quando subitamente se conquista o acesso a informação que está fora da base de conhecimento. Hipercomunicação é então experienciada como inspiração ou intuição. O compositor italiano Giuseppe Tartini, por exemplo, sonhou uma noite que um demónio sentou em sua cama tocando o violino. Na manhã seguinte Tartini foi capaz de anotar a peça exatamente de memória, ele a chamou de Sonata do Diabo Trill.
Durante anos, um enfermeiro de 42 anos, masculino, sonhou com uma situação em que ele estava ligado a um tipo de conhecimento de CD-ROM. O conhecimento verificável de todos os campos imagináveis foi então transmitido a ele que era capaz de lembrar-se de tudo pela manhã. Houve tal fluxo de informação que parecia que toda uma enciclopédia lhe-era transmitida a noite. A maioria dos fatos eram exteriores ao seu conhecimento básico pessoal e alcançou detalhes técnicos sobre o qual ele não sabia absolutamente nada.
Quando hipercomunicação ocorre, pode-se observar no DNA, assim como no ser humano, fenómenos especiais. Os cientistas russos com amostras de DNA irradiado com luz laser. Na tela um padrão de onda típica era formado. Quando eles removeram a amostra de DNA, o padrão de onda não desapareceu, ele permaneceu. Muitas experiências de controle mostraram que o padrão ainda vinha da amostra removida, cujo campo de energia permaneceu aparentemente por si mesmo. Este efeito é agora chamado efeito fantasma DNA. Supõe-se que a energia de fora do espaço e do tempo flui ainda através dos buracos ativados depois que o DNA foi removido. O efeito secundário encontrado muito frequentemente na hipercomunicação também em seres humanos são campos eletromagnéticos inexplicáveis na adjacência das pessoas interessadas. Dispositivos eletrónicos como CD players e similares podem ser estimulados e parar de funcionar por horas. Quando o campo eletromagnético se dissipa vagarosamente, os aparelhos funcionam normalmente. Muitos curadores e sensitivos conhecem este efeito de seu trabalho. Quanto melhor a atmosfera e a energia, o mais frustrante é que o dispositivo de gravação pára de funcionar e gravar exatamente naquele momento. E repetir o ligar e desligar dos aparelhos de gravação após a sessão não restaura a função, mas na manhã seguinte tudo volta ao normal. Talvez isto seja tranquilizador para muitos que lêem, isso não tem nada a ver com eles serem tecnicamente inaptos, apensa isso significa que eles são bons em hipercomunicação.
Em seu livro “Vernetzte Intelligenz” -Rede de Inteligência-, Grazyna Gosar e Franz Bludorf explicam estas conexões precisa e claramente. Os autores também citam fontes presumindo que em épocas anteriores a humanidade tinha sido, assim como os animais, muito fortemente ligada á consciência de grupo e agia como um grupo. Porém para desenvolver a individualidade e a experiência que nós humanos tivemos que esquecer a hipercomunicação quase completamente. Agora que estamos absolutamente estáveis em nossa consciência individual, podemos criar uma nova forma de consciência de grupo, ou seja, um, no qual chegamos a acessar toda a informação através do nosso DNA sem sermos forçados ou remotamente controlados sobre o que fazer com essa informação. Nós agora sabemos que, assim como na internet o nosso DNA pode alimentar seus dados apropriados para a rede, pode chamar os dados da rede e pode estabelecer contato com outros participantes da rede. A cura á distância, telepatia ou “sensibilidade á distância” sobre o estado de parentes, etc., podem assim ser explicada. Alguns animais sabem também de longe quando seus donos planejam voltar para casa. Que pode ser interpretado recentemente e explicado por meio dos conceitos de consciência de grupo e hipercomunicação. Nenhuma consciência coletiva pode ser sensivelmente usada em qualquer período de tempo sem uma individualidade distinta. Caso contrário, teríamos o reverte para um instinto de grupo primitivo que é facilmente manipulado.
Hipercomunicação no novo milênio significa algo muito diferente: Os pesquisadores acreditam que se os humanos com plena individualidade recuperar a consciência de grupo, eles teriam um poder divino para criar, alterar e moldar as coisas na Terra! E a humanidade está se movendo coletivamente em direção a uma consciencia de grupo de novo tipo.
Cinquenta por cento das crianças de hoje serão crianças com problema assim que precisarem ir á escola. O sistema trata a todos globalmente e exige um ajuste. Mas a individualidade das crianças de hoje é tão forte que eles se recusam a este ajuste e desistem de suas idiossincrasias dos modos mais diversos.
Ao mesmo tempo, mais e mais crianças clarividentes nascem -veja o livro “Crianças Índigo da China” por Paul Dong ou o capítulo sobre Índigos em meu livro “Nutze morrer teaglichen Wunder” (Faça uso das Maravilhas Daily)-. Algo nestas crianças está se esforçando mais e mais para a consciência de grupo de novo tipo, e ele deixará de ser reprimida. Como regra, o tempo, por exemplo, é mais difícil de influenciar por um único indivíduo. Mas pode ser influenciado por uma consciência de grupo -nada novo para algumas tribos que fazem isto em suas danças da chuva-. Clima é fortemente influenciado pelas frequências da ressonância da Terra, as frequências chamadas Schumann. Mas estas mesmas frequências são também produzidas em nossos cérebros, e quando muitas pessoas sintonizam o seu pensamento ou indivíduos -os mestres espirituais, por exemplo-, focalizam os seus pensamentos a modo de um laser, então é cientificamente falando não de todo surpreendente se eles podem, assim, influenciar o clima.
Pesquisadores da consciencia de grupo formularam a teoria dos tipos de civilizações. Uma humanidade que desenvolveu uma consciência de grupo de novo tipo não teria nem problemas ambientais nem carência de energia. Porque, se fosse para usar seu poder mental como uma civilização unificada, teria controle das energia de seu planeta natal como uma consequência natural. E isso inclui todas as catástrofes naturais! A civilização teórica Tipo II seria mesmo capaz de controlar todas as energias de sua galáxia natal. No meu livro “Nutze morrer taeglichen Wunder”, eu descrevi um exemplo disto: Sempre que um grande número de pessoas centrar a sua atenção ou consciência em algo semelhante, como Natal, campeonato mundial de futebol ou o funeral de Lady Diana na Inglaterra depois de números aleatórios determinados geradores em computadores começam a entregar números ordenados ao invés dos aleatórios. uma consciência de grupo ordenada cria a ordem em seu entorno inteiro! – http://noosphere.princeton.edu/fristwall2.htmlQuando um grande número de pessoas se reúne muito intimamente, os potenciais de violência também se dissolvem. Parece que aqui, também, um tipo de consciência humanitária de toda a humanidade é criada.
Na Parada do Amor, por exemplo, onde todos os anos cerca de um milhão de jovens se reúnem, nunca houve quaisquer tumultos brutais á medida que ocorrem, por exemplo, em eventos esportivos. O nome do evento por si só não é visto como a causa aqui. O resultado de uma análise indicou que o número de pessoas era MUITO GRANDE para permitir uma inclinação para a violência.
Para voltar ao DNA: Aparentemente, é também um supercondutor que pode funcionar na temperatura normal do corpo. Supercondutores artificiais requerem temperaturas extremamente baixas entre 200 e 140′ C para funcionar. Como um recém-aprendido, todos os supercondutores são capazes de armazenar luz e assim a informação. Esta é uma explicação de como o DNA pode armazenar informações. Há um outro fenómeno ligado ao DNA e aos buracos. Normalmente estes buracos super pequenos são altamente instáveis e são mantidos somente por frações mínimas de segundo. Sob certas condições -leia sobre isso no livro Fosar / Bludorf- wormholes estáveis podem se organizar, os quais formam então domínios distintos do vácuo, em que, por exemplo, a gravidade pode se transformar em eletricidade.
Os domínios do vácuo são bolas com brilho próprio de gás ionizado que contêm quantidades consideráveis de energia. Há regiões na Rússia onde tais bolas brilhantes aparecem muito frequentemente. Seguindo a confusão resultante, os Russos começaram os programas maciços de pesquisa conduziram finalmente a algumas das descobertas mencionadas acima. Muitas pessoas conhecem os domínios e se perguntam o que eles poderiam ser. Eu pensei uma vez: “Olá, lá em cima. Se acontecer de você ser um OVNI, voem em um triângulo.” E de repente, as bolas de luz se moveram em um triângulo. Ou eles atiraram no céu como discos de hóquei no gelo. Eles aceleraram de zero a velocidades absurdas, enquanto estes deslizam suavemente pelo céu. Isto foi feito simploriamente e eu, como muitos outros, também, tem pensado neles como discos voadores. Amistosos, aparentemente, como eles voaram em triângulos apenas para me agradar. Agora os russos encontraram nas regiões, onde os domínios do vácuo aparecem frequentemente que algumas vezes voam como bolas de luz do chão para cima no céu, que estas bolas podem ser guiadas por pensamento. Uma vez que descobriu que os domínios do vácuo emitem ondas de baixa frequência como as que são também produzidas em nossos cérebros.
E devido a esta similaridade de ondas, elas são capazes de reagir aos nossos pensamentos. Entrar ansiosamente em um que está no nível do solo pode não ser uma grande ideia, porque estas bolas de luz podem conter energias imensas e serem capazes de produzir mutações em nossos genes. Elas podem, elas não têm necessariamente, a pessoa tem a dizer. Para muitos mestres espirituais que produzem também tais bolas visíveis ou colunas de luz na meditação profunda ou durante o trabalho de energia que estimulam decididamente sentimentos agradáveis e não causam qualquer dano.
Aparentemente isto depende também um pouco de ordem interna e sobre a qualidade e a proveniência do domínio do vácuo. Há alguns mestres espirituais -o jovem inglês Ananda, por exemplo- com quem nada é visto no início, mas quando se tenta tirar uma fotografia enquanto ele se senta, fala ou medita na hipercomunicação, se consegue somente uma foto de uma nuvem branca sobre uma cadeira. Em alguns projetos de cura da Terra, tais efeitos de luz aparecem também nas fotografias. Simplificando, estes fenómenos têm a ver com a gravidade e as forças anti-gravidade, que também são exatamente descritas no livro e com os sempre estáveis buracos e a hipercomnicação e assim com as energias fora de nossa estrutura de tempo e espaço.
Gerações anteriores que entraram em contato com experiências hipercomunicação e domínios visíveis do vácuo estavam convencidas de que um anjo tinha aparecido diante delas. E não podemos estar muito seguros a que formas de consciência que podemos ter acesso ao usar hipercomunicação. Não ter provas científicas para a sua existência real -pessoas que têm tido tais experiências não são todas que sofrem de alucinações- não significa que não há base metafísica para isto. Nós temos simplesmente dado outro passo gigantesco para a compreensão da nossa realidade.
Ciência oficial também conhece as anomalias da gravidade na Terra -que contribuem para a formação de domínios do vácuo-, mas somente abaixo de um por cento. Mas recentemente as anomalias da gravidade foram encontradas entre três e quatro por cento. Um destes lugares é Rocca di Papa, sul de Roma -local exato no livro “Vernetzte intelligenz” mais vários outros-. Objetos redondos de todos os tipos, desde bolas até ónibus lotados rolam em direção acima. Mas o trecho em Rocca di Papa é bastante curto, e os céticos continuam desafiando a lógica para fugir a teoria da ilusão de ótica -que não pode ser devido a várias características do local-.
Todas as informações são tiradas do livro “Vernetzte Intelligenz” von Grazyna Fosar und Franz Bludorf, ISBN 3930243237, resumidos e comentados por Baerbel. O livro é disponível, infelizmente, apenas em alemão até agora. Você pode entrar em contato com os autores através do site: http://www.fosar-bludorf.com

Gregg Bradem aparece no cruzamento onde a ciéncia encontra-se com a espiritualidade. Como cientista especializado em questões ambientais e designer de sistemas de computador aeroespacial -participou nos projetos do foquete MX para missões de paz e a sonda Magellan-, Bradem atualmente é considerado uma autoridade mundia em folosofía espiritual de antigas tradições indígenas.

Seu profundo conhecimento da velha crença, incluindo as culturas egípcia, nativas americanas e do Tibete, em combinação com seu currículo cientifico, permite-lhe aparecer para voe como uma ponte entre dois mundos.

Gregg não considera que existe separação entre ciéncia e espiritualidade, movendo-se facilmente entre dois mundos, honrando tanto a linguagem dos cientistas e dos visionários. Suas viagens por distantes aldeias de montanha, mosteiros e tempos de tempos passados deu-lhe a oportunidade de trazer seus segredos na vanguarda da nossa vida atual.

Entusiástico acolhimento dos seus livros- “O Despertar do Ponto Zero: A Iniciação Coletiva”, “Caminhando Entre os Mundos: A Ciência da Compaixão” e o mais recente “O Efeito Isaías: A Ciência Perdida da Oração e a Profecia”- deram-lhe um reconhecimento internacional e levou-lo a tornar-se uma figura popular em conferências.

Neste video o cientista Gregg Braden explica como funciona a Lei da Atracção.

As imagens de Gregg Braden foram tiradas do seu video “The Science of Miracles” que também pode ser encontrado no You Tube.

O Universo e todos os que formamos parte dele vivemos numa continua evolução.
Esta evolução, além de ser cíclica como mostra a natureza com as estações, a Lua com sus 28 dias de dança no céu e o mesmo ser humano com o ciclo de vida e morte, é também permanente, fazendo que a evolução caminhe sem descanso para a perfeição.
Neste processo de evolução uma das principais ferramentas utilizada por a Inteligência Superior é a informação.
Do mesmo jeito que uma criança passa seus primeiros anos de vida assimilando informação para depois desenvolvê-la nos anos de maturidade, a raça humana teve que fazer um processo de milhões de anos registrando diferentes níveis de informação -e conseqüentemente de evolução- desde o principio dos tempos até chegar ao Homo Sapiens que atualmente habita nosso Planeta.
Esta longa caminhada facilitou o maravilhoso momento que estamos assistindo em nossos dias, um novo salto quântico e evolutivo.
 Daqui em adiante é possível que assistamos a importantes mudanças socioculturais que junto com a chegada de inovadoras formas de pensamento, facilitem a transformação de aquilo que seja obsoleto para os Seres Vivos, e é possível que a medicina convencional esteja pronta para receber uma revolucionaria transformação.
 Nos últimos 100 anos, o ser humano entrou em contato com terapias energéticas como o Reiki ou Magnified Healing, que alem de produzir benefícios nos seres vivos, permitiu a abertura de novos canais de luz e informação.
Estes canais, com o tempo, foram fortalecendo-se e ampliando até conseguir que, nos últimos anos,  o Planeta Terra tenha disponível as novas frequências energéticas que chegaram com um objetivo bem definido, ajudar ao Ser Humano a re-lembrar quem é e utilizar sua capacidade inerente de auto-cura.
Conrado López

No momento que a física quântica confirmou que a matéria compreendida como algo sólido não existe e que tudo o que vemos, tocamos e percebemos não é outra coisa senão átomos compostos de espaço e energia em movimento, todos os conceitos e antigas teorias que limitavam nossa existência estão começando mudar.

Aceitando a idéia defendida pelas religiões de que fomos criados a imagem e semelhança de nosso Criador e que sua criação é perfeita, uma pergunta instiga minha mente: Por que sendo perfeitos temos algumas experiências tão miseráveis? Problemas econômicos, familiares, problemas emocionais que condicionam nossas relações com os seres que amamos, doenças, medos, traumas… Um sem fim de dor que permeia nosso mundo e nós o aceitamos sem dúvidas, como companheiro de viagem, e inclusive defendemos que assim tem que ser.

Não vê algo errado neste filme?

E se o paraíso que as religiões prometem, começasse aqui e agora neste planeta, nesta vida e neste momento?

Com certeza sua mente acaba de dar-lhe um numero infinito de motivos pelos quais esta ideia visionaria é impossível, porém e se realmente tivessemos uma escolha?

Para a Cura Quântica nós somos o resultado de memórias herdadas (DNA) e aprendidas que nos limitam e nos induzem a repetir histórias indefinidamente, condicionando assim nossa realidade.

Faça uma prova, feche os olhos, respire profundamente e coloque sua atenção no ar entrando e saindo pelo nariz, quando estiver mais calmo e consciente de seu corpo, faça as seguintes perguntas:

O que esta limitando a minha experiência?

O que desejo mudar?

Não importa o tipo de resposta que seu Eu interior dá pra você, a Cura Quântica vai poder ajudar-lhe no seu caminho da perfeição. Graças a esta revolucionaria técnica os milagres acontecem e podemos eliminar essa informação que bloqueia nosso sistema e limita nosso presente. Imagine sua vida sem depressões, ansiedade, doenças, medos, raiva, problemas com  dinheiro, relacionamentos… Tudo é informação e tudo é modificável.

O ser humano ficou preguiçoso e deixou que outros decidam por ele, esperando que as soluções que venham de fora sejam boas pra ele mais não é assim, e esse fato provoca mais dor e frustração em nossas vidas porque nunca chega do jeito que gostaríamos.

Como filho do criador, você tem o poder, o direito e a responsabilidade de criar sua realidade.

Por favor, crie uma vida plena, feliz, em harmonia e em paz.

Todo o universo vai te agradecer.

Conrado López

Todos sabemos a importância da água em nosso mundo, tanto no estado sólido, líquido ou gasoso.
Ela está presente em tudo o que nos rodeia, fazendo-se imprescindível para a vida na Terra.
Graça aos estudos do cientista japonês Masaru Emoto, descobrimos que a água tem memória e reage ao som. Ela oferece seu poder curativo a todo aquele que o deseje, de um jeito tão simples e fácil como sua própria natureza. 
No seu processo de congelação, as moléculas da água compõem cristais de forma hexagonal. Tal como em nosso DNA, não existirão dois cristais idênticos no nosso planeta. Serão sempre únicos e exclusivos. Realizando diferentes experimentos o professor Emoto observou que o entorno da água influenciava na composição dos cristais, lugares naturais e tranquilos criavam cristais com lindas formas geométricas, enquanto nos ambientes poluídos e ruidosos formavam-se cristais desproporcionais e grotescos.
Também observou que a água se influencia pelo som. Palavras negativas como “odio” e “raiva” criam cristais com formas mal definidas, enquanto palavras positivas como “felicidade” criam cristais como o da foto, de uma beleza quase divina.
A água ativa-se com a informação que recebe. Por que não utilizar este descobrimento a nosso favor?
Geralmente bebemos água que foi tratada para passar pelos controles de potabilidade, porém sua informação não é nada saudável para sua saúde.
Faça a prova:
Coloque um copo de água na sua mão, olhe esse mágico líquido e sinta ou fale palavras lindas como “saúde, amor, alegría, felicidade, gratidão…”
Agora feche os olhos, tome a água e sinta-a entrando no seu corpo… Não sente um resultado mais refrescante e prazeroso?

Só em colocar o copo sobre uma fotografia alegre e emotiva a informação da água mudará automaticamente. Imagine todas as possibilidades que tem em suas mãos.

O 70% do seu corpo é água, e sim, suas células também estão sendo influenciadas pela informação herdada e contida no seu DNA, seus pensamentos e emoções, assim como os daqueles que cruzam sua vida, e sobretudo através da Midia (guerras, crises, brigas, dor, medo, drama….)

Por favor, fique consciente das suas emoções. Tudo que não seja paz, alegria e felicidade, é informação externa que não pertence ao seu autentico Ser.

A felicidade é o estado natural do Ser e estamos neste mundo para desfrutar plenamente dele, como co-criadores filhos do Criador, acredite nisso com seu coração e que ninguém, nem sua própria mente, limite sua existência.